País vizinho deixará de receber o SUV compacto da Índia para adotar o modelo feito em Piracicaba (SP)

Apesar da Argentina ser nosso vizinho, os carros que a Hyundai produz no Brasil não eram enviados para os hermanos, que importavam todos os modelos da marca sul-coreana de outros países. Era o caso do Hyundai Creta, que vinha da Índia. Isso passa a mudar em outubro, com o início da exportação do SUV compacto feito em Piracicaba (SP) para o mercado argentino. A princípio, serão três versões com o motor 1.6 e câmbio automático de 6 marchas.

“É uma importante conquista poder levar para a Argentina veículos que são sucesso no Brasil. Embora os volumes sejam baixos neste primeiro momento, vemos grande potencial de expansão, conforme a legislação for avançando, pois trata-se de uma alternativa bastante competitiva para os dois países e abre oportunidade para estudarmos economicamente potencias fornecedores argentinos para que exportem seus produtos para nossa operação brasileira”, afirma Eduardo Jin, presidente e CEO da Hyundai para a região das Américas Central e do Sul.

Hyundai Creta - Exportação para Argentina
Hyundai Creta - Exportação para Argentina

Este atraso para que a Hyundai Brasil pudesse enviar carros para a Argentina é uma consequência do acordo comercial entre os dois países, com a regra chamada “flex”. Ele exige que carros e autopeças de um país para o outro não podem ultrapassar uma vez e meia o valor que é importado do vizinho. Assim sendo, se o Brasil exporta US$ 1,80 para a Argentina, precisa importar US$ 1 de volta.

No entanto, a Hyundai conseguiu uma autorização de ambos os países para exportar mesmo sem cumprir a regra “flex”, com vigência até o fim de 2019. Isso porque a marca está estudando uma forma de importar autopeças da Argentina, além de que o modelo brasileiro chegará mais barato ao país, com mais equipamentos e melhor custo-benefício.

Neste primeiro momento, o Creta chegará à Argentina em três versões, com valores e lista de equipamentos ainda não revelados. A marca diz que terá a central multimídia de 7 polegadas com Android Auto e Apple CarPlay de série, assim como controles de estabilidade e tração e rodas de liga leve de 16”. A motorização será apenas uma, com o 1.6 aspirado de 123 cv, sempre com o câmbio automático de 6 marchas.

Galeria: Hyundai Creta Smart Plus 2021

A Hyundai diz que deve ultrapassar as 450 unidades exportadas para a Argentina e que o Hyundai Creta brasileiro começará a ser oferecido nas concessionárias a partir da 2ª quinzena de outubro. Também será o primeiro modelo exportado da empresa, já indicando que há planos para oferecer outros carros por lá, caso o acordo vá para frente.