Station deve estrear em 2022 com a mesma pegada dos irmãos M3 e M4

Apresentada pela primeira vez nos anos 2000, ainda como conceito, a ideia de uma perua esportiva dentro da família Série 3 finalmente se tornará realidade no portfólio da BMW. Depois de aproximadamente 20 anos, a marca acelera - literalmente - o desenvolvimento da M3 Touring e não deve demorar mais que um ou, no máximo, dois anos para colocá-la no mercado.

Irmãos de projeto, os novos M3 e M4 já foram apresentados e adiantam muito do que a station terá. Esteticamente, por exemplo, o destaque ficará por conta da dianteira agressiva e marcada principalmente pela grade frontal gigantesca. A peça se estenderá do capô até a parte inferior do para-choque, tomando para si todo o protagonismo visual do conjunto frontal.

Galeria: BMW M3 Touring - Projeções

Por dentro, os bancos serão esportivos e os displays das telas serão específicos da linha M, acompanhados de diversos detalhes exclusivos de modelos preparados pela divisão esportiva. Além disso, dois modos configuráveis individualmente estarão disponíveis, junto com os conhecidos Road, Sport e Track. Por fim, um sistema de análise de dados M Drive Professional promete otimizar a experiência nas pistas.

Já na mecânica, o protagonismo será exercido pelo motor 3.0 de 6 cilindros em linha biturbo, capaz de entregar 517 cv de potência e 66,3 kgfm de torque nas versões Competition. O câmbio será automático de 8 marchas com três programações de trocas e, seguindo os irmãos M3 e M4, haverá pela primeira vez opção de tração integral.