Modelos ganham mais um teaser em vídeo que revela farol e lanterna

Não faz nem 24 horas que a Dacia, divsão romena de baixo custo da Renault, divulgou os primeiros teasers da nova geração de Logan, Sandero e Stepway. Naquele momento, a fabricante dizia que a apresentação aconteceria “em breve”, mas não esperávamos por uma data tão próxima. O novo teaser publicado nesta sexta-feira (4) nas redes sociais, em vídeo, revela que eles serão mostrados na próxima segunda-feira (7). O lançamento na Europa deve acontecer ainda neste ano, mas o trio só deve aparecer no Brasil em 2022.

O novo teaser, como você confere no vídeo abaixo ou na imagem acima, mostra o farol e a lanterna, que devem ser do Stepway e do Sandero, respectivamente. O farol adianta que terá um novo desenho, mais fino que atual e com iluminação diurna em LED formando um “Y” deitado que atravessa toda a peça. Ele está justo na grade, algo que fica mais evidente ao clarear o primeiro teaser, como fizemos na imagem mais abaixo. O que identifica que este é o Stepway é o acabamento de plástico cinza na caixa de roda e a moldura do farol de neblina, que traz uma linha cromada na parte superior.

 

No caso da lanterna, ela lembra o estilo usado anteriormente, só que achatado e agora invadindo a tampa do porta-malas. Vale lembrar que o desenho do Sandero nacional é diferente do europeu, desenvolvido por aqui. Está claro que também terá LED e colocará a luz de seta como uma barra horizontal na parte inferior.

Na imagem abaixo, que é do primeiro teaser, clareamos o carro para ver mais detalhes e ele confirma se tratar do novo Stepway, pois traz os mesmos elementos. A grade é uma evolução do estilo usado pela Dacia, alternando poucas coisas como o uso de uma borda mais angular (a atual é arredondada). Continua com uma entrada de ar enorme no para-choque, mas os faróis de neblina acabaram ficando mais altos.

Dacia Sandero 2021 (Clareado)

Como já adiantado por Motor1.com, a quarta geração de Sandero e Logan trocarão de plataforma, abandonando a base B0 atual (que também é usada por Captur e Duster) para adotar a modular CMF-B, porém em uma versão de baixo custo. Esta arquitetura é importante para toda a Aliança Renault-Nissan, pois será usada também pela Nissan em diversos países, inclusive no Brasil.

Na Europa, tanto o hatch quanto o sedã entrarão de vez nos motores turbo, recebendo o 1.0 de três cilindros de 100 cv (além do aspirado de 65 cv). Existe a possibilidade que adotem também o 1.3 turbo de 130 cv, embora em apenas uma versão para não brigar com o Clio – e talvez fique até para a variante híbrida, com 140 cv. Os europeus ainda verão o 1.5 diesel de 85 cv e 115 cv. No Brasil, esperamos pela versão turbinada do 1.0 SCe, com cerca de 100 cv..

Enquanto a nova geração do Sandero e do Logan chegará à Europa mais rapidamente, só veremos a dupla no Brasil, junto com o Stepway, em 2022. A nova estratégia da Aliança Renault-Nissan diz que a plataforma CMF-B será usada por 50% dos modelos das duas fabricantes até 2025 e que a Renault será a líder de desenvolvimento, com a Nissan seguindo o que for feito e lançando versões próprias.

Fotos: divulgação