Segunda geração da picape terá projeto conjunto com a nova Ford Ranger

Não é mais segredo que Volkswagen e Ford estão projetando as novas gerações de Amarok e Ranger juntas, dividindo plataforma e diversos componentes, ficando para cada uma a parte mecânica, alguns equipamentos, design e acabamentos. Também já havia sido falado que a produção da VW não seria na Argentina, como é atualmente. Pois agora vem a confirmação de que a Amarok 2022 será feita apenas na África do Sul. 

A parceria entre VW e Ford se aplica a diversos segmentos e aspectos tecnológicos, sendo que no caso de Ranger e Amarok, a liderança é da Ford. A produção será na planta da marca norte-americana na África do Sul, em Silverton, de onde ambas serão exportadas para os mercados europeus, oriente médio e África. Sobre a América Latina, a Ford ainda faz os cálculos para viabilizar a continuação da produção da nova Ranger na Argentina. Já a nova geração da Amarok, que será lançada em 2022 na Europa, deve chegar por aqui apenas importada da África do Sul e nas versões mais caras - hoje, as vendas da Amarok na região estão quase todas concentradas nos modelos de topo, principalmente com o motor V6 turbodiesel. 

Voltando ao presente, a Amarok deve ganhar por aqui ainda este ano uma versão mais potente do motor V6 TDI, com 258 cv, já vendida na Argentina, além de uma reestilização esperada para antes da nova geração. Ao mesmo tempo, a fábrica de Pacheco está sendo preparada para a produção do "projeto Tarek", o SUV médio que será lançado em 2021 e concorrerá principalmente com o Jeep Compass. É um dos lançamentos mais esperados da VW, ao lado do Nivus. 

Imagens: reprodução