Sedã de entrada da marca estreia com motores turbo 1.5 a gasolina e 2.0 diesel, ambos de 150 cv

Marcas premium demonstram seu poder com um alcance inatingível para qualquer empresa generalista. Assim, embora não seja um bom momento para iniciar uma pré-venda e revelar um novo carro, o Audi A3 Sedan 2020 consegue superar estes problemas e conquistar nossa atenção com linhas realmente sedutoras, coroadas por uma aparência mais elegante e esportiva.

Já mostrando idade em nosso mercado, o atual Audi A3 Sedan é o único carro da marca em produção na fábrica de São José dos Pinhais (PR), o que deve durar no máximo até o fim do ano. Já a nova geração irá enfrentar o Mercedes-Benz Classe A Sedan e o BMW Série 2 Gran Coupe, continuando a ser o sedã de entrada da marca, como alternativa menor e mais acessível ao A4.

Galeria: Audi A3 Sedan 2021

Comparado ao antecessor, o sedã alemão ficou 4 centímetros mais longo, 2 cm mais largo e 1 cm mais alto. Traduzido para as dimensões totais, o carro mede 4,50 metros de comprimento, 1,82 de largura e 1,43 de altura. Por outro lado, o entre-eixos não mudou, mantendo os 2,63 metros. Isso significa que o espaço interior será praticamente o mesmo.

No entanto, a posição do motorista ficou mais baixa, então ganhou-se 2 cm na frente. Quando pudermos entrar no carro, veremos se esta mudança causa uma ligeira diminuição no espaço para as pernas dos ocupantes traseiros (que já era um tanto limitado).

A capacidade do porta-malas é de 425 litros, a mesma de antes, o que representa um aumento de 45 litros na comparação com o A3 Sportback. Outra coisa diferente é a tampa do porta-malas, que deixa de abrir em conjunto com o vidro, como acontece no hatch. Esteticamente, se você gostou do A3 hatch, também vai gostar do A3 Sedan, pois a frente é praticamente igual, usando o mesmo estilo para grade, para-choque e faróis.

Audi A3 Sedan 2020

A traseira tem como pontos principais o spoiler na tampa do porta-malas, que pode ser de fibra de carbono por um custo extra, além de um difusor de ar bem chamativo. No geral, o carro mostra mais elegância e toques esportivos bem integrados. Como se isso não bastasse, o coeficiente aerodinâmico (Cx) permanece em 0,25, graças, entre outras soluções, à grade ativa, às carenagens rebaixadas e ao novo design dos espelhos retrovisores.

Audi A3 Sedan 2020

O interior foi herdado do A3 Sportback. O painel de instrumentos digital é composto por uma tela de 10,25 polegadas (12,3" como opcional), enquanto a central multimídia é de 10,1 polegadas. Obviamente, a conectividade melhorou muito para acompanhar a concorrência, recebendo conexão WiFi, rádio digital, carregando sem fio para o smartphone e gerenciamento remoto por aplicativo.

Também teve que aumentar a lista de equipamentos de segurança com as últimas tecnologias de condução. Para citar os mais avançados, conta com sistema de manutenção de faixa, câmera frontal que antecipa possíveis acidentes com frenagem automática de emergência, aviso de tráfego cruzado, controle de cruzeiro adaptativo e mais. Também usa a tecnologia Car2X do Grupo Volkswagen para receber informações em tempo real, como acidentes, limite de velocidade da via e encontrar vagas de estacionamento.

Audi A3 Sedan 2020

Mecanicamente, o Audi A3 Sedan 2020 conta com dois motores: o 1.5 TFSI a gasolina e o 2.0 turbodiesel, ambos de 150 cv. O primeiro pode trabalhar com uma transmissão manual de 6 marchas ou automatizada S-tronic de dupla embreagem e 7 posições, enquanto o modelo diesel só pode ser escolhido com câmbio automático. O 2.0 TSFI de chegar depois.

No caso do TFSI com S-tronic, ele se beneficia do sistema de desativação de cilindro, que em conjunto com o sistema híbrido-leve de 48V, reduz o consumo de combustível. Alguma semanas após o lançamento, o A3 Sedan receberá o 1.0 TFSI de 110 cv e o 2.0 TDI de 116 cv. Ambos utilizarão uma transmissão manual de 6 marchas e, no caso do motor a gasolina, também poderá ser escolhida a transmissão S tronic.

Audi A3 Sedan 2020

De resto, o Audi A3 Sedan 2020 pode ser escolhido com a suspensão padrão e duas outras opcionais: a esportiva e a adaptativa. Além disso, o carro possui controle dinâmico de condução Audi drive select, com vários modos.

Terá quatro versões de acabamento: Basic, Advanced, S Line e Black Line Edition. Os preços na Europa ficarão entre 29.970 euros (R$ 172.750) e 38.890 euros (R$ 224.165), o que é 900 euros (R$ 5.187) mais do que o A3 Sportback. Isso mudará nos meses seguintes, quando chegar a versão 1.0 por 28.670 euros (R$ 165.256). As reservas começarão em junho por lá.

Enquanto isso, no Brasil, seguimos com a geração atual do Audi A3 Sedan, o único modelo da marca ainda em produção no país. Executivos da fabricante já sinalizam que ele deixará de ser feito aqui no final do ano. A nova geração deve vir importada da Hungria da mesma forma que o Q3, trocando o motor 1.5 pelo 1.4 TFSI flex. O lançamento deve acontecer no primeiro semestre de 2021.

Fotos: divulgação