Terá motor 1.5 turbo de 150 cv e sistema híbrido-leve, prometendo rodar por até 40 segundos com o motor desligado

Depois de conhecer a nova geração do Volkswagen Golf e suas variantes Skoda Octavia e Seat Leon, chegou a vez do Audi A3 Sportback ser atualizado, completando a oferta de hatches médios do grupo. Originalmente marcado para ser apresentado no Salão de Genebra (Suíça), o modelo teve seus planos frustrados pelo coronavírus e teve que ser revelado online.

Embora tenha mantido a medida de entre-eixos do 2,64 metros, o Audi A3 Sportback 2020 está 3 centímetros maior, alcançando os 4,37 m. A largura também aumentou 3 cm para 1,82 m. Na versão com motor de quatro cilindros a gasolina, pesa 1.280 kg. A carroceria foi melhorada, principalmente na parte do isolamento acústico.

2020 Audi A3 Sportback

A Audi foi bem conservadora na hora de desenhar o novo A3 Sportback. Manteve o estilo geral, trazendo alguns elementos atualizados, como o formado dos faróis, semelhantes o que estão no Q3. Pela primeira vez, contam com o sistema LED-Matrix da marca (ainda que opcional). Traz uma entrada de ar bem fina no final do capô, seguida pela grade com o formato já conhecido da empresa.

Um dos elementos diferentes do A3 na comparação com o Q3 é a ausência das enormes entradas de ar no para-choque, usando um elemento fechado e com contorno cinza. A linha cintura é bem côncava e passa a impressão de que o carro é mais largo do que realmente é. Phillip Römers, designer do veículo, nos contou durante a sessão de fotos que "dobrar a linha de cintura" é algo que não é aprovado no livro de regra dos designers, porém, isso deu certo para o hatch.

O mais novo carro a usar a plataforma MQB-Evo aproveita a arquitetura para trazer novas opções de motorização. Recebe um sistema híbrido-leve de 48V com gerador elétrico acionado por correia, acoplado ao motor 1.5 TFSI, e uma pequena bateria de íon-lítio. Entrega 150 cv, mesma potência do antigo 1.4 TSI, mas ele consegue andar com o motor desligado por até 40 segundos. O gerador entrega mais 12 cv e 5 kgfm. A marca diz que o sistema gera economia de até 0,4 litro de combustível a cada 100 km e será lançado pouco depois do hatch chegar ao mercado. Também estará disponível para o motor 1.0 turbo de três cilindros e 110 cv.

Quando chegar às lojas, o A3 estreará com o 1.5 turbo de 150 cv e duas variantes 2.0 turbodiesel, de 116 cv e 150 cv. Todas elas têm tração dianteira e câmbio manual de 6 marchas, podendo ser substituído pela transmissão automatizada de dupla embreagem e 7 posições. As versões com o sistema híbrido-leve estarão disponíveis somente com o S-Tronic de 7 marchas.

2020 Audi A3 Sportback

Aos poucos a Audi irá adicionar mais versões, oferecendo outros motores a gasolina e diesel, além do sistema de tração integral Quattro. O esportivo Audi S3 terá o 2.0 turbo de 310 cv, previsto para outro momento de 2020. Já o suprassumo RS3 terá o 2.5 de cinco cilindros e 400 cv, mas ainda sem data de estreia.

Antes dos esportivos será a vez dos híbridos plug-in. É a combinação do 1.4 turbo de 150 cv com outro elétrico, da mesma forma que os Golf eHybrid e GTE. Deve ter as mesmas potências, com 218 cv e 245 cv, câmbio automático de seis marchas e uma autonomia elétrica de até 60 km.

Os modelos com motor abaixo de 150 cv terão suspensão MacPherson na frente e eixo de torção na traseira. As versões com 150 cv adotam o esquema multilink na traseira. Ainda terá, como opcional, suspensão ativa que pode abaixar o carro em até 10 mm. Já a suspensão esportiva do pacote S-Line baixa o veículo em 15 mm. Terá rodas de 16" de série, oferecendo rodas de até 19" por um custo adicional.

Do lado de dentro, o A3 mudou consideravelmente, mantendo os ângulos agudos no visual, algo que tem sido usado com frequência pela Audi. O painel de instrumentos digital de 10,25", podendo ser substituído por um de 12,3" e com head-up display, nas versões mais caras. Já a central multimídia tem uma tela de 10,1" e fica integrada ao console. Felizmente a Audi colocou alguns botões para o ar-condicionado logo abaixo da tela.

2020 Audi A3 Sportback
2020 Audi A3 Sportback

Já a central multimídia utiliza o novo sistema MIB3, que a marca diz ter 10 vezes mais poder de processamento do que seu antecessor. Pode ser controlado por voz, usando um assistente inteligente capaz de reconhecer pedidos como "onde é o restaurante chinês mais próximo". Outra tecnologia é o sistema de comunicação Car2X, no qual o carro conversa com outros veículos e com a infraestrutura local, encontrando vagas de estacionamento, por exemplo. A partir de meados de 2020, ainda receberá Android Auto e Apple CarPlay sem fio, além de suporte ao Amazon Alexa.

Em termos de espaço, o A3 faz bem o papel de hatch médio. A Audi promete que a cabine está bem mais espaçosa, garantindo que pode levar cinco pessoas de forma confortável. O espaço para as pernas na parte traseira também é bom, mas nada fora do comum. O porta-malas tem 380 litros, subindo para 1.200 litros com os bancos traseiros rebatidos.

Audi A3 Sportback 2020
Audi A3 Sportback 2020

O Audi A3 Sportback 2020 já começou a pré-venda na Europa, com entregas marcadas para o início de maio. Parte de 28.900 euros (R$ 114.791) na versão 35 TFSI, que é a versão 1.5 de 150 cv sem o híbrido-leve. O diesel de 116 cv é chamado de 30 TDI e custa 29.900 euros (R$ 149.801). O A3 básico, com o 1.0 TFSI de 110 cv, será vendido por 26.800 euros (R$ 134.270). Ainda não tem data para chegar ao Brasil. Já o A3 Sedan será mostrado em outro momento.

Galeria: Audi A3 Sportback 2020