Ele está previsto para ser uma das atrações do Salão do Automóvel

Lançado em 2016 durante as Olimpíadas do Rio de Janeiro, o Nissan Kicks sofrerá sua primeira reestilização ainda em 2020. O crossover renovado já foi avistado no Japão, onde ele começará a ser vendido para substituir o Juke. A estreia no mercado japonês é esperada para o 2º trimestre, durante a primavera do país. Algumas publicações, como a revista Best Car, dizem que o SUV compacto estreará já com o sistema híbrido e-Power. Embora a fabricante não confirme, Motor1.com apurou que o Kicks será a estrela da marca no Salão do Automóvel, em novembro.

 

A unidade de testes do Nissan Kicks reestilizado, que está sendo chamado por lá de “New Kicks”, ainda está bem camuflada, com disfarce até nas rodas. É possível notar apenas alguns detalhes, como os faróis com uma linha de LED na parte de baixo, para iluminação diurna – alguns acham que poderiam ser luzes de seta. A grade aparenta estar maior do que a atual e apresentará uma evolução do estilo V-Motion usado atualmente, passando a contar com barras horizontais.

Por outro lado, a traseira do Kicks continua a ter um design inspirado em cupês, mas com ângulos mais retos. As lanternas estão com lâmpadas de LED divididas e aparenta ter mantido o formato. Já o para-choque traseiro está um pouco maior. Ainda não vimos imagens do interior do crossover, mas, segundo a mídia japonesa, espere por mudanças na multimídia e no painel de instrumentos.

 

Publicações locais apontam que o lançamento no Japão acontecerá no 2º trimestre deste ano, pois o modelo terá a missão de substituir o Juke no país. Além disso, ele será o primeiro crossover compacto a receber o sistema híbrido e-Power, usando um motor a combustão como gerador para as baterias que abastecem o motor elétrico, este sim movendo as rodas. Esta motorização já é vendida no país no hatch Note, que usa uma unidade de 1.2 litro.

 

Com a estreia do Nissan Kicks renovado no Japão, teoricamente não levaria muito tempo para chegar ao Brasil, já que o modelo foi inicialmente desenvolvido aqui. Motor1.com apurou com fontes ligadas à marca que a ideia é lançar o modelo renovado em novembro, no Salão do Automóvel. A fabricante ainda prometia oferecer o sistema e-Power para o SUV compacto “em dois anos”, o que significaria fazer sua estreia em 2021.

Ouça nosso podcast: