Marca encontra defeito na vedação dos vidros nas portas e pede para concessionários não entregarem o veículo

Apesar de ter começado a ser vendido na Tailândia há poucas semanas, a nova geração do Honda City teve suas vendas paralisadas após a descoberta de um defeito. A fabricante fará um recall de todas as unidades entregues e pediu aos concessionários interromperem as vendas. De acordo com um documento visto pelo site Indian Autos Blog, o problema seria a vedação das janelas nas portas e a Honda ainda está investigando o caso.

Galeria: Honda City 2020 (Tailândia)

De acordo com o Indian Autos Blog, o documento enviado pela montadora para os concessionários pedem que parem de entregar o novo Honda City até novas instruções e que chamem de volta todos os carros que já foram entregues. Ele está sendo vendido desde o final de novembro, após a apresentação do carro no Thai Motor Expo.

Não há mais detalhes sobre o que é este defeito na vedação das janelas, nem se ele é relacionado a montagem, peça defeituosa de um fornecedor ou problema de projeto. Lembrando que a quinta geração do City foi desenvolvida na Tailândia e é produzida no país, na fábrica em Ayutthaya. Ele ainda será produzido na Índia, Japão e Brasil, que receberão o carro a partir deste ano – por aqui, o lançamento deve acontecer apenas em 2021.

O City é o terceiro carro seguido com o qual a Honda tem problemas logo no lançamento. A fabricante encontrou um problema no freio de estacionamento eletrônico do novo N-WGN, o que afetou também a nova geração do Fit, adiando o lançamento comercial do carro para este mês. O sedã era esperado para março na Índia e agora fala-se que chegará apenas no 2º semestre do ano.

Honda City 2020 - Traseira
Honda City 2020 - Interior

Apresentado em novembro, o novo City tem como novidade a adoção do motor 1.0 turbo de três cilindros, entregando 122 cv e 17,6 kgfm. Trabalha com um câmbio CVT e entrega um rendimento de 23,8 km/litro, segundo o ciclo de testes tailandês. Ele ainda terá uma versão híbrida, usando um motor 1.5 aspirado e dois elétricos, cuja estreia é esperada para este ano.

A estreia da nova geração do Honda City no Brasil ainda é uma incógnita. A aposta mais segura é que seja mostrado no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro, mas que sua estreia nas lojas aconteça apenas no início de 2021. Isso porque a fabricante deve dar espaço primeiro para o novo Fit, como foi nas gerações anteriores. Ambos serão produzidos em Itirapina (SP), na nova fábrica da marca, enquanto o complexo em Sumaré será transformado em um centro de pesquisa e desenvolvimento.