Objetivo é oferecer viagens 100% autônomas em um futuro não muito distante

A CES é um celeiro de tecnologia. Um dos grandes destaques, literalmente, do evento neste ano é o Urber Air. Trata-se de um veículo aéreo feito em parceria inédita entre a Uber e a Hyundai Motor Company. O objetivo faz parte de um grandioso projeto futuro que prevê uma rede de compartilhamento de viagens aérea batizada de Uber Elevate.

Nesta parceria, a Hyundai produzirá e implantará os veículos aéreos e a Uber fornecerá serviços de suporte ao espaço aéreo, conexões para transporte terrestre e interfaces com os usuários por meio de uma rede de compartilhamento de viagem aérea. Como essa nova plataforma ainda não existe,  as duas companhias estão colaborando nos conceitos de infraestrutura para apoiar a decolagem e o pouso desta nova classe de veículos.

Hyundai - Uber Rideshare Air Taxi Concept
Hyundai - Uber Rideshare Air Taxi Concept

"Nossa visão de Mobilidade Aérea Urbana transformará o conceito de mobilidade urbana", disse Jaiwon Shin, Vice-Presidente Executivo e Líder da Divisão de Mobilidade Aérea Urbana (UAM) da Hyundai. "Esperamos que a UAM vitalize as comunidades urbanas e forneça mais tempo de qualidade às pessoas. Estamos confiantes de que o Uber Elevate é o parceiro certo para tornar este produto inovador prontamente disponível para o maior número possível de usuários".

"A Hyundai é nosso primeiro parceiro de veículos com experiência na fabricação de automóveis de passageiros em escala global. Acreditamos que a Hyundai tem o potencial de construir veículos Uber Air a taxas nunca vistas na indústria aeroespacial atual, produzindo aeronaves confiáveis e de alta qualidade em grandes volumes para reduzir os custos de usuários por viagem. A combinação da força de fabricação da Hyundai com a plataforma tecnológica da Uber representa um grande passo à frente para o lançamento de uma vibrante rede de táxi aéreo nos próximos anos", disse Eric Allison, líder do Uber Elevate.

Galeria: Hyundai / Uber Rideshare Air Taxi Concept

Em nota, a Hyundai explica que a aeronave que leva sua marca será 100% elétrica, utilizando propulsão elétrica distribuída e, durante os horários de pico, precisará de cerca de cinco a sete minutos para recarregar. A velocidade de navegação é de 290 km/h), a altitude de navegação é de 1.000-2.000 pés (300 a 600 metros) acima do solo e terá autonomia para viagens de até 100 km.

Assim como vemos nos filmes de ficção científica, o modelo foi projetado para decolar verticalmente, fazer a transição de asas em navegação e depois voltar ao voo vertical para aterrissar. Inicialmente, terão pilotos no comando, mas o objetivo principal com o tempo é transformá-los em veículos 100% autônomos.

Hyundai Uber Ridshare Air Taxi Concept

Você deve estar pensando: uma aeronave elétrica é segura? De acordo a Hyundai, o seu projeto utiliza propulsão elétrica distribuída, alimentando vários rotores e hélices em torno da estrutura da aeronave para aumentar a segurança, diminuindo qualquer ponto único de falha. Outro benefício deste sistema é a redução de ruído em relação aos grandes helicópteros de rotor com motores de combustão.

A meta da Uber é fazer demonstrações de voo em 2020 e oferecer o sistema Elevate com disponibilidade comercial para os pilotos em 2023. A Hyundai não divulgou quando pretende mostrar o seu protótipo em operação.

Fotos: Nicolas Tavares, Divulgação