Versão tem rodas com calotas e perde luzes diurnas em LED

Pouco depois das imagens de registro do novo Peugeot 208 em sua versão de entrada serem reveladas, o site Argentina Autoblog recebeu fotos da configuração pé-de-boi do hatch em testes. Nesta variante, chamada na Europa de Like, o carro perde alguns itens como os faróis em LED na horizontal e usa rodas de aço com calotas. O hatchback será produzido em El Palomar (Argentina), com lançamento marcado para o 2º semestre de 2020, inclusive no Brasil.

Galeria: Peugeot 208 básico - Flagra na Argentina

A unidade flagrada mostra o novo Peugeot 208 na versão Like oferecida na Europa, justamente a mais barata da linha. Por fora, as mudanças mais óbvias são as luzes em LED na vertical, que formam o estilo de presas de um leão, foram substituídas por uma peça em cinza fosco; os faróis perdem os LEDs para usar lâmpadas halógenas; as rodas são de aço com calotas; e a grade frontal é totalmente em plástico preto, sem detalhes cromados.

Caso siga a oferta europeia, o 208 de entrada feito na Argentina terá uma cabine bem espartana, com volante sem botões, painel de instrumentos simplificado com uma tela pequena para o computador de bordo e acabamento em plástico. No lugar da central multimídia estará um rádio com tela pequena e comandos físicos no entorno, integrados em uma peça que imita o display flutuante das versões mais equipadas.

Galeria: Peugeot 208 2020 - Versão de entrada

Esta versão terá o motor 1.2 de três cilindros e injeção direta, que produz 90 cv e 13 kgfm de torque. É o que já equipa o 208 atual de entrada. Trabalha com uma transmissão manual de 5 marchas. As demais versões adotarão o 1.6 aspirado de quatro cilindros, com 118 cv e 16,1 kgfm, podendo ser manual de 5 marchas  ou automático de 6 posições. No topo da linha estará o 1.2 turbo de 130 cv e 20,3 kgfm, sempre automático.

O 1.2 turbo terá um papel temporário como o mais caro da linha, já que a Peugeot trabalha no 208 Gti com motor 1.6 THP com mais de 200 cv. Além disso, a fabricante também trará o e-208, versão 100% elétrica do hatch, mas que ficará para um segundo momento. Para o Brasil, é provável que essa variante mais básica do 208 não seja vendida, já que o modelo atual continuará a ser produzido em Porto Real (RJ), fazendo o papel de opção mais barata da fabricante.