Projeto é conhecido internamente pelo apelido Road Rover

Até então imaginado como uma inédita perua de apelo misto, o projeto Road Rover, da Land Rover, originará na verdade mais um SUV. De acordo com a revista britânica Autocar, terá porte médio e ficará posicionado entre os Range Rover Evoque e Velar. Na prática, chegará ao mercado com a mira apontada para a próxima geração do Porsche Macan (que será elétrica) e o Audi E-Tron Sportback. A propulsão será totalmente elétrica, sendo descartada desde esta fase de projeto o uso de motores tradicionais a gasolina ou diesel. O lançamento está programado para meados de 2020.

Galeria: Projeção: Range Rover Wagon

Mesmo se tratando de mais um SUV, a publicação explica que será o mais urbano dos veículos já lançados pela Land Rover. Naturalmente, terá tração integral e capacidade para percorrer trechos off-road, mas será o "modelo mais focado na estrada até agora". A plataforma usada será a modular MLA, exatamente a mesma que será usada pela próxima geração do Jaguar XJ. A bateria terá capacidade de até 90 quilowatt-hora e terá autonomia de até 470 km. A revista diz ainda que há grandes chances de a Jaguar Land Rover se associar com a BMW para produção conjunta de baterias, o que ajudaria os dois grupos a reduzir custos de desenvolvimento e proporcionaria ganhos em escala.

Além do Road Rover, outros projetos de eletrificação estão sendo tocados. A partir do ano que vem, todos os modelos da Land Rover terão pelo menos uma versão eletrificada em oferta, incluindo Vogue, Defender e Discovery.

Fonte: Autocar