Novo jipão estreia nas versões 90 e 110 com diversas opções de personalização e espaço para até 7 pessoas

Renovar um modelo tão icônico, conhecido mundialmente e com décadas de história certamente não foi uma tarefa fácil para a Land Rover. Mas após anos de pesquisa, desenvolvimento e muita expectativa, a marca finalmente apresenta no Salão de Frankfurt a nova geração do Defender. O lançamento no Brasil foi confirmado pela fabricante para o 2º trimestre de 2020, ficando posicionado entre o Discovery Sport e o Discovery.

Land Rover Defender 2020
Land Rover Defender 2020

Descrito como o "Defender do século 21", o modelo preserva características do antigo em diversos detalhes (como silhueta e formas quadradas da carroceria), mas é construído sob uma perspectiva tecnológica completamente nova que inclui, entre outras novidades, opções de propulsão híbrida, possibilidades diversas de personalização e cabine tecnológica e conectada.

Galeria: Land Rover Defender 2020

Se para alguns tamanho nível de modernidade pode despertar desconfianças quanto à capacidade off-road, a Land Rover deixa claro que o Defender 2020 está mais robusto do que nunca. Graças à nova arquitetura D7x baseada em uma construção monobloco de alumínio, os engenheiros tornaram o novo modelo mais rígido do que qualquer outro. Essa característica permite, entre outras coisas, adotar suspensão do tipo independente, com função pneumática ou com molas tradicionais, além de facilitar a adoção de motores eletrificados. Durante o desenvolvimento, foram realizados mais de 62.000 testes e percorridos nada menos que 1,2 milhão de quilômetros - desde ambientes desérticos com calor de 50ºC até o rigoroso inverno ártico e seus -40°C.

A nova arquitetura oferece ainda distância em relação ao solo de 29,1 cm e ângulos de ataque, de dorso e de saída, respectivamente, de 38º, 28º (31º no Defender 90) e 40º. O jipe também pode atravessar trechos alagados de até 90 centímetros. Em termos dimensionais, o Defender 110 (versão longa com 4 portas) mede 4,76 metros de comprimento, 2 metros de largura, 1,98 m de altura e 3 metros de entre-eixos. Na variante 90, o comprimento cai para 4,32 m e o entre-eixos para 2,58 metros. A capacidade de reboque é de 3.720 kg e a carga útil pode chegar aos 900 kg. O volume do porta-malas, dependendo da versão e da posição dos assentos, variar de 231 a 2.380 litros. Chama atenção ainda o fato de ser possível levar 5, 6 ou 7 passageiros (neste último caso apenas na versão 110) graças à adoção de um terceiro banco na dianteira, a exemplo do primeiro Defender.

Galeria: Land Rover Defender - Salão de Frankfurt 2019

Quanto à capacidade off-road, além dos atributos já falados acima, destaque para o tradicional sistema Terrain Response, que permite ajustar os parâmetros do carro de acordo com o tipo de terreno (tudo controlado em uma tela sensível ao toque). O Defender 2020 é também o primeiro Land Rover equipado com a função "Wade", que controla automaticamente a aceleração, promove a recirculação do ar da cabine, pré-seleciona a transmissão e ajusta a altura do carro para travessias de trechos alagados com maior nível de confiança. Na saída do obstáculo, o modelo pressiona automaticamente as pinças de freio para limpar os componentes e assim garantir boas condições de frenagem pelos próximos trechos.

Land Rover Defender 2020
Land Rover Defender 2020

Sob o capô, o Defender 2020 dispõe tanto de motores tradicionais a combustão como também de conjuntos modernos do tipo híbrido plug-in (PHEV) ou híbrido leve (MHEV). Logo no lançamento, a linha diesel consiste na oferta de um 2.0 turbo em versões D200 ou D240 que produz, como o nome indica, respectivamente 200 cv e 240 cv. Entre as opções a gasolina, destaque para os modelos P300 (motor 2.0 turbo de quatro cilindros) e P400 MHEV (3.0 de seis cilindros). Este último é acoplado a um turbo e um compressor elétrico de 48V, sendo capaz de entregar 400 cv de potência e 56 kgfm de torque. Dados de fábrica indicam aceleração de 0 a 100 km/h em 6,1 segundos. Já no ano que vem, a versão P400e PHEV estará disponível e permitirá ao Defender rodar alguns quilômetros unicamente no modo elétrico. Em todos os casos, o câmbio é automático de 8 marchas fornecido pela ZF.

'

Ao todo, o catálogo de versões será composto por seis diferentes opções: Defender, S, SE, HSE, Defender X e First Edition. Haverá ainda os pacotes especiais Explorer Pack, Adventure Pack, Country Pack e Urban Pack, que adicionam acessórios especiais como estribos laterais, chuveiro portátil, compressor de ar ou barras de proteção. Dependendo do mercado, os preços iniciais serão de 49.900 euros para o modelo 90 e 55.900 euros para o 110 - respectivamente R$ 223.350 e R$ 250.200 numa conversão simples.

A venda do novo Defender ao Brasil é esperada para 2020. 

Fotos: Divulgação e Motor1.com