Resultado significa aumento de 2% no acumulado do ano

A produção de veículos no Brasil no acumulado de janeiro a agosto deste ano cresceu 2% na comparação com igual período de 2018, revelou nesta quinta-feira (5) a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). De acordo com a entidade, foram produzidos até o oitavo mês do ano aproximadamente 2,01 milhões de unidades, contra 1,97 milhão do ano passado. A soma inclui a produção de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus. Na comparação mensal, o resultado também é positivo: alta de 1,1% entre julho e agosto, com produção de 266.992 e 269.809 unidades, respectivamente.

Galeria: Volkswagen T-Cross - Fábrica São José dos Pinhais

Por outro lado, a comparação com agosto deste ano e agosto de 2018 traz resultados negativos: recuo de consideráveis 7,3%, com 269,8 mil unidades produzidas no período mais recente contra 291,1 mil do ano passado. Os números são resultado da baixa nas exportações, em especial para a Argentina, que tem reduzido a compra de carros brasileiros em razão das complicações econômicas que atravessa.

Na geração de emprego, os números também não são favoráveis. Em agosto, foram fechadas 512 vagas no setor, enquanto no acumulado dos últimos 12 meses a soma de postos de trabalho encerrados alcança 4.366. Atualmente, a indústria automotiva conta com 128.153 funcionários, queda de 3,3% em relação ao número registrado em agosto do ano passado.

Fonte: Anfavea