Variante tem suspensão elevada em 35 mm e começará a ser vendida no fim do ano

Pouco mais de sete meses após o primeiro flagrada, a versão aventureira do Audi A1 se despede dos disfarces e estreia oficialmente nesta semana na Europa. Batizada de Citycarver, a novidade se diferencia do restante do portfólio justamente pela pegada mais robusta dada ao visual e às modificações promovidas no acerto da suspensão.

Audi City Citycarver

De acordo com a própria marca, trata-se do “mais progressivo” acabamento da linha A1 e o mais adequado para ambientes variados como “cidades, estradas rurais e rodovias, e até mesmo em terrenos ligeiramente acidentados". As vendas serão iniciadas no último trimestre, começando pelos principais mercados europeus.

Galeria: Audi A1 Citycarver

Tomando como base o A1 Sportback (primo de luxo do VW Polo), a Audi elevou a suspensão em 35 mm, modificou a calibração para garantir maior nível de firmeza, aplicou revestimentos plásticos nos arcos das rodas, alterou levemente o formato dos para-choques, redesenhou a grelha da grade frontal e equipou a novidade com inéditas rodas de 16 ou 18 polegadas. Além disso, aplicou cores mais chamativas à paleta e ampliou o número de combinações para as opções bi-tom (teto e carroceria contrastantes). Na cabine há novos revestimentos nos bancos e laterais das portas, além de detalhes no painel que acompanham a cor da carroceria e logotipos alusivos à versão.

Detalhes sobre opções de motorização não foram divulgados, mas, levando em conta a oferta das demais versões da família A1, são esperados propulsores 1.0 TFSI de 3 cilindros (em configurações de 95 cv e 115 cv), 1.5 TFSI de 150 cv e 2.0 TFSI de 200 cv (o mesmo do Polo GTI). O modelo tricilíndrico pode vir acoplado ao câmbio manual de 6 marchas ou automatizado S-tronic de dupla embreagem e 7 marchas, enquanto o 1.5 e o 2.0 vêm equipados exclusivamente com o S-tronic.

O A1 aventureiro também serve como pistas para a variante aventureira do Polo que a VW brasileira está preparando. Com o possível nome de T-Sport, já registrado pela marca, o modelo vai atuar abaixo do T-Cross e chegará ao mercado em 2020.  

Fonte: Audi