Perua esportiva chega para completar família de compactos apimentados da marca

Depois da apresentação do A 45 4MATIC e do CLA 45 4MATIC 2020, a Mercedes-Benz completa sua gama de compactos esportivos preparados pela divisão AMG com o lançamento da perua CLA 45 Shooting Brake. Equipada com o mesmo conjunto mecânico e recursos eletrônicos dos irmãos, a station traz como principais diferenciais o design arrojado e a pegada familiar única desse estilo de carroceria. Debaixo do capô, o chamado propulsor M193 alcança 392 cv ou 421 cv de potência, dependendo da versão, e pode levar a perua de 0 a 100 km/h em menos de 4 segundos, com velocidade máxima de 270 km/h. É, sem dúvidas, uma das melhores opções do mercado para levar as crianças para escola.

Galeria: Mercedes-AMG CLA 45 Shooting Brake

Descrito como o mais potente da história com produção em série na sua classe, o propulsor entregará 421 cv (6.750 rpm) e 51 kgfm de torque (entre 5.000 e 5.250) na versão endiabrada S e 392 cv e 48,9 kgfm de torque na configurações mais brandas. Segundo a AMG, o segredo para extrair tanta potência de um motor com apenas 2 litros de deslocamento está na montagem invertida (com coletor de admissão na dianteira e o turbo e coletor na traseira, permitindo um fluxo mais direto dos gases), bem como no uso de camisas do cilindros revestidos com um material que permite um acabamento espelhado. Além disso, há um inovador sistema de injeção direta com dois estágios de operação.

Mercedes-AMG CLA 45 Shooting Brake

Dados de fábrica mais detalhados indicam aceleração de 0 100 km/h em 4,1 segundos na versão de 392 cv e 4,0 segundo na variante S com 421 cv. A velocidade máxima varia entre 250 km/h e 270 km/h, dependendo do caso. Em comum, ambas as configurações têm o sistema de tração 4MATIC e a transmissão automatizada de dupla embreagem e 8 marchas desenvolvida especialmente para modelos da AMG. Outro destaque diz respeito ao processo de fabricação artesanal do motor. Segundo a empresa, cada unidade será produzida de acordo com as diretrizes da filosofia “One Man, One Engine”, onde os componentes serão encaixados manualmente por um mesmo técnico, que deixará seu nome gravado em uma placa no bloco ao final da montagem.

A apresentação para o público acontecerá em setembro, no Salão de Frankfurt, com vendas logo na sequência nos principais mercados da Europa.

Fonte: Mercedes-AMG