Picape com visual atualizado chega em 2020 e o SUV em 2021, ambos com motor 1.3 turbo

Após a revelação de que o motor 1.3 turbo da FCA vai equipar as versões reestilizadas da Fiat Toro e do Jeep Compass, na última sexta-feira (dia 8), agora mostramos o que esperar da atualização visual da picape e do design do aguardado SUV nacional da Fiat, antecipado pelo conceito Fastback no Salão do Automóvel do ano passado. 

O desenho do Fastback, inclusive, vai inspirar a primeira reestilização da Toro que chega em 2020. A mudança será leve e preservará o conjunto óptico dividido em duas partes, característico do modelo. Mas o bloco principal ficará um pouco menor e mais integrado à grade, enquanto o para-choque vai ganhar recortes mais agressivos na parte inferior, onde ficam as luzes de neblina. Na traseira, o designer digital Kleber Pinho da Silva (responsável pelas projeções desta página) imagina que as lanternas passarão a invadir a tampa da caçamba, embora não tenhamos confirmação disso. 

Projeções: Fiat Fastback 2021 e Toro 2020

Para não rivalizar com o Compass dentro da FCA, SUV da Fiat terá estilo cupê esportivo como no BMW X6

Na parte mecânica, a Toro vai trocar os dois motores flex aspirados, 1.8 de 139 cv e 2.4 de 180 cv, pelo novo 1.3 Firefly turbo, que na Europa existe em versões de 150 e 180 cv - aqui pode variar devido ao etanol - e 27,6 kgfm de torque. Resta saber se ele será acompanhado do câmbio automático de 6 marchas, como na 1.8 atual, ou o de 9 marchas, como na 2.4 de hoje. Internamente, haverá leves mudanças no acabamento e uma nova central multimídia.  

Já na linha Jeep, o 1.3 turbo vai equipar o Compass, no lugar do 2.0 aspirado, e possivelmente também o Renegade, que terá ainda o 1.0 turbo de 3 cilindros e 120 cv - esse compartilhado com os Fiat Argo e Cronos, que também terão a motorização turbinada a partir do ano que vem. 

Projeções: Fiat Fastback 2021 e Toro 2020

Faróis principais e grade mais finos, novo para-choque e motor 1.3 turbo: eis a Toro 2020 

Em 2021 será a vez do tão esperado SUV da Fiat. Já confirmado pelo próprio CEO da FCA América Latina, Antonio Filosa, o modelo vai aproveitar a base da Toro, mas terá proposta diferente do Compass (que também usa a mesma plataforma). A ideia, como antecipada pelo conceito Fastback, é ter um SUV cupê no estilo dos sofisticados (e caríssimos) BMW X6 e Mercedes GLE Coupe, porém numa faixa inferior de preço.

A Renault já registrou o rival Arkana no Brasil, mas é provável que o Fiat chegue antes e inaugure o segmento dos SUVs-cupês, digamos, mais acessíveis por aqui. Como na Toro, terá opção do motor 1.3 turbo e possivelmente do 2.0 turbodiesel, este último na versão 4x4. Seu grande diferencial, claro, estará no estilo esportivo garantido pela linha curva do teto, que termina numa traseira curta e elevada, com lanternas duplas que adentram a tampa do porta-malas. De proposta mais dinâmica e menos familiar que o Compass, foi pensado para não criar concorrência interna dentro da FCA e finalmente representar a Fiat entre os SUVs. 

Projeções: Fiat Fastback 2021 e Toro 2020

Numa seara mais abaixo, a Fiat também prepara a versão aventureira do Argo, que terá altura do solo elevada, pneus de uso misto e as manjadas proteções plásticas nas caixas de roda, como na receita da pioneira Palio Adventure de 1999. A maior novidade desta versão será o motor 1.3 ligado ao câmbio automático de 6 marchas, que atualmente só equipa as versões 1.8 do hatch. 

Projeções: Kleber Pinho da Silva  

Galeria: Projeções: Fiat Fastback 2021 e Toro 2020