Ele pode ser um conversível ou carro de firma com escada no teto

O novo Fiat Concept Centoventi, que estreia no Salão de Genebra 2019, é muito mais do que uma prévia de um novo carro urbano. Ele celebra os 120 anos da Fiat e, para tanto, traz um powertrain elétrico e uma carroceria que pode ser personalizada com uma série de acessórios. 

Galeria: Fiat Concept Centoventi

Vamos começar pelo estilo, que caracterizamos como "totalmente adorável". Compacto ao extremo, quase sem balanços dianteiro e traseiro, o Centoventi segue à risca as táticas dos city-cars, com formato caixote e grandes caixas de roda. É também indiscutivelmente retrô, com faróis retangulares e uma dianteira que lembra alguns Fiats vintages, como o 147 e o primeiro Uno. Há toques modernos, claro. O clássico logotipo de cinco barrinhas foi atualizado com as cores da Itália, enquanto o escrito FIAT ficou em alto relevo.

Conceito Fiat Centoventi

Por baixo da carroceria há um conjunto mecânico elétrico que a Fiat diz ser a "solução de mobilidade elétrica mais acessível do mercado". Ainda que não haja qualquer informação sobre os motores elétricos, a marca diz que os pacotes de baterias vão oferecer uma autonomia entre 100 e 500 km (com prováveis opções entre esses extremos), dependendo do que for escolhido pelo cliente.

Falando em opções, a Fiat diz que o Centoventi é totalmente customizável (e não estamos falando de adesivos). O modelo pode ser configurado com quatro tipos de teto, para-choques, arcos de rodas e mais um adicional de 120 acessórios para deixá-lo de acordo com sua necessidade - tem desde conversível até o famoso carro da firma com escada no teto. A marca brinca que com esse conceito não será preciso esperar por versões especiais ou reestilizações, pois você poderá mudá-lo no dia que quiser.

Fiat Concept Centoventi
Fiat Concept Centoventi

A customização também se extende à cabine, obviamente. Com o que a Fiat chama de princípio "plug-and-play", os proprietários vão poder adicionar ou remover itens do painel, graças a uma série de pequenos nichos. Você mesmo poderá mudar coisas como o sistema de som, porta-objetos e almofadas dos bancos. Só será necessária assistência da concessionária para os para-choques, teto, quadro de instrumentos e baterias, entre outros itens. 

Ah, sim, esse hatch tem ainda uma tampa traseira digital. A Fiat descreve sua funcionalidade como sendo capaz de enviar mensagens ao carro de trás ou então como servir de outdoor publicitário enquanto estacionado, para ajudar a pagar o estacionamento. Viu só como o Centoventi é personalizável?

Por enquanto, a Fiat não disse uma palavra sobre uma versão de produção do Centoventi, mas, pela linguagem usada no material de divulgação, a marca parece comprometida em usar essas ideias no futuro. Na próxima geração do compacto Panda, por exemplo. 

Galeria: Fiat no Salão de Genebra 2019