Modelo faz de 0 a 100 km/h em menos de 2 segudos!

Pegue um grupo de engenheiros que trabalhou no desenvolvimento de modelos como Bugatti Veyron e Chiron, Ferrari Sergio, Lamborghini Urus, McLaren P1, Mercedes AMG-Project One, Pagani Zonda e Porsche Mission E (agora Taycan) e coloque-os para desenvolver um superesportivo elétrico com potência sem precedentes. O resultado é o Battista, a primeira criação da Automobili Pininfarina, nova montadora que tem quase 90 anos de experiência do histórico Carrozzeria por trás dele. A máquina é o carro mais poderoso já vindo da Itália.

Estreando no Salão do Automóvel de Genebra com impressionantes 1.899 cv de potência (1.397 quilowatts) e torque de 234,5 kgfm (2.300 Nm), o novo modelo da Automobili Pininfarina é imediatamente digno de levar o nome do fundador Battista "Pinin" Farina. Para atingir esta potência, há um motor elétrico alimentando cada roda.

Galeria: Pininfarina Battista

A Automobili Pininfarina afirma que o Battista pode atingir uma velocidade máxima de 350 km/h e acelerar de 0 a 100 km/h em menos de 2 segundos. De 0 a 200 km/h? Melhor falarmos logo do 0 a 300 km/h feito em  menos de 12 segundos também. De acordo com a montadora, uma carga completa da bateria de 120 Kw fornece autonomia de 450 quilômetros.

No interior, o Battista traz três telas digitais para atender o motorista. Informações essenciais, como a velocidade do veículo, estão no meio. Os dados de instrumentos estão em outro display, e os dados de navegação ficam no terceiro mostrador.

Em Genebra, a Automobili Pininfarina exibe algumas opções do Battista em esquemas de cores cinza, azul e branco. Os diferentes takes mostram as vastas opções de personalização que os compradores têm.

O preço do Battista ainda não foi revelado, mas os potenciais clientes ricos podem consultar a empresa no estande da Automobili Pininfarina em Genebra. A montadora pretende construir apenas 150 deles com a intenção de atrair compradores na Europa, América do Norte, Oriente Médio e Ásia. A produção começa em 2020.

Pininfarina Battista