Variante deve ser equipada com motorização híbrida composta pelo 1.8 aspirado e mais um motor elétrico

Em agosto de 2018, descobrimos que a Toyota havia registrado o nome Corolla Cross na Europa. Poderia ser só proteção do nome, mas tudo indica que não será o caso. Segundo a revista japonesa Magazine X, a fabricante está trabalhando no modelo, que será uma aventureira do Corolla Touring, a variante perua. A publicação até mesmo fez uma projeção de como deve ser o Corolla Cross.

Embora seja curioso, não é a primeira vez que a Toyota faz algo assim. Em 2015, a empresa lançou a Cross Fielder, versão aventureira da perua feita pela Toyota Modellista, divisão de acessórios da fabricante. A receita será a mesma, adicionando proteção plástica nas laterais, elevando a suspensão em alguns milímetros, novos para-choques e um rack no teto. A diferença é que, enquanto o Cross Fielder Modellista era um modelo feito com acessórios, o Corolla Cross será oficial.

Galeria: Toyota Cross Fielder Modellista

As peruas crossovers estão ficando cada vez mais comuns. O Grupo Volkswagen é um dos que mais utiliza esta combinação, com as versões Alltrack da Golf Variant e Passat Variant, e as peruas Allroad dos Audi A4 e A6. A Volvo é outra que oferece station wagons mais altas, na linha Cross Country. Só que elas costumam ter tração integral, enquanto o Corolla, até o momento, só tem tração dianteira. Existe a chance de que receba um sistema de tração integral semelhante ao do Prius reestilizado, compensando esta deficiência e fazendo com que seja um pouco mais do que um carro fantasiado para o off-road.

Ainda não há informações sobre como será o Corolla Cross. A Magazine X diz que deve ser equipada com a motorização híbrida formada pelo 1.8 aspirado de quatro cilindros e mais um elétrico. Como não temos mais o Corolla na versão perua por aqui, as chances do modelo Cross aparecer nas concessionárias brasileiras é bem pequena – a não ser que a Toyota ache uma boa ideia aplicar esta fórmula no sedã.

Fonte: Magazine X