Utilitário pode ser produzido na Argentina ao lado da picape

Com chances de ser produzido na Argentina ao lado da Frontier, o Nissan Terra, SUV derivado da picape média, foi avaliado no teste de colisão do ASEAN NCAP. E se saiu muito bem, recebendo 5 estrelas para proteção dos ocupantes, a nota máxima possível. O utilitário foi elogiado por seu desempenho durante o impacto e por vir com seis airbags de série, mas também levou um puxão de orelha por oferecer controle de estabilidade somente como opcional em alguns países da Ásia.

De acordo com o ASEAN NCAP, o Nissan Terra foi muito bem no teste dinâmico. O pior resultado registrado pelos bonecos foi na região do peito, principalmente para o motorista, com uma proteção considerada “marginal”, a classificação média da entidade. Resistiu ao teste de colisão lateral sem nenhuma nota abaixo da máxima. O desempenho na proteção infantil também foi bom.

Um ponto destacado pela entidade é que a lista de equipamentos do SUV varia muito de acordo com o país. Em lugares como Tailândia (onde é feito), Indonésia e Brunei, o Terra tem seis airbags de série e controles de estabilidade e tração, mas em alguns lugares como Vietnã, estes itens são opcionais. Ainda pode ser equipado com alerta de ponto cego, aviso de saída de faixa e mais.

Vem ou não vem?

A Nissan está animada com o resultado do Kicks no Brasil e quer ter mais SUVs no mercado. Além de estudar a importação de um modelo médio, a empresa ainda está fazendo a conta para decidir se vale a pena produzir o Terra na Argentina, na fábrica em Córdoba – a mesma da Frontier. Ricardo Rodriguez, na época diretor de Comerciais Leves da Nissan América Latina, admitiu que a empresa estuda a produção local do utilitário e fontes ouvidas por Motor1.com dizem que, se for aprovado para a Argentina, o Terra também será vendido por aqui, já que a situação do mercado interno argentino é bem mais delicada.

Fotos: divulgação