Sedã usa o mesmo conjunto do Prius e deverá ser flex quando chegar ao Brasil

A nova geração do Toyota Corolla sedã foi apresentada na China no começo de novembro. Para o Salão de Los Angeles, a marca japonesa reservou a estreia do Corolla Hybrid, primeira variante híbrida do modelo em mais de 50 anos de vida e que adianta bastante do que deveremos ter no nosso novo Corolla a partir de 2020.

A plataforma é a TNGA, que inclusive conhecemos localmente com o Prius. Modular, permite justamente a utilização da mesma base para variantes a combustão e eletrificadas. O motor é o 1.8 aspirado, sob o código 2ZR-FXE, projetado para a utilização com o motor elétrico. Com ciclo de combustão Atkinson, é mais eficiente apesar de menos potente que os motores 1.8 tradicionais da própria marca. Sozinho, produz 98 cv e 14,2 kgfm de torque, mas chega aos 123 cv em conjunto com o elétrico. 

Como o Prius, o Corolla Hybrid não é plug-in, ou seja, não pode ser recarregado em tomada. Usando apenas o motor a combustão para a recarga, a marca japonesa prospecta mais de 20 km/l de consumo médio seguindo os padrões americanos. A bateria está instalada abaixo do banco traseiro, evitando a perda de espaço principalmente no porta-malas. 

O Corolla Hybrid tem quatro modos de condução (como o Prius), sendo eles o Normal (que trabalha a melhor proporção entre condução elétrica e a combustão conforma a aceleração), Eco (prioriza o uso do motor elétrico e modera as respostas do acelerador), Sport (que prioriza o desempenho) e o EV Mode, que trabalha apenas com o motor elétrico em baixas velocidades, como em tráfego pesado. Freios regenerativos colaboram na recarga das baterias. 

Toyota Corolla Hybrid 2020 (EUA)

Em comum com as demais versões, o Corolla eletrificado traz diversos assistentes de condução (piloto automático adaptativo, assistente de faixa, aviso de colisão, entre outros) e o novo sistema multimídia, chamado Entune, com tela de 8", espelhamento por Apple CarPlay, informações de tráfego e clima e outras funções que dificilmente chegarão ao Brasil. 

O Toyota Corolla chega ao Brasil em 2020, produzido em Indaiatuba. A versão híbrida é uma aposta certa, mas deve estrear a tecnologia flex no motor 1.8 neste conjunto, hoje em testes no Prius. 

Galeria: Toyota Corolla Hybrid 2020 (EUA)