Variante aparece rapidamente durante novo vídeo da Ford

Um novo vídeo lançado na última sexta-feira (19) pela Ford nos EUA fala sobre o futuro da marca apoiado em tecnologias. O mais interessante é o que acontece no meio dele, com o que pode ser a primeira imagem do futuro Mustang híbrido. O veículo aparece bem rapidamente, mostrando a frente do com algumas diferenças - tudo isso com a narração de Bryan Cranston, o Walter White de Breaking Bad.

Apenas alguns segundos após o vídeo começar, o comercial mostra um Mustang antigo e um moderno. Após dar uma olhada por baixo do capô, a imagem muda para a frente de um Mustang, mas bem diferente da geração atual. A grade tem um novo acabamento que fecha boa parte da entrada de ar e o logo do cavalo é iluminado. O para-choque também parece ter um formato mais simples do que o atual.

A visão embaixo do capô mostra um motor V8. Porém, ainda não está claro se o Mustang híbrido usará mesmo este motor ou se apareceu apenas para chamar a atenção. A Ford não disse muita coisa sobre a sua motorização. Em uma declaração mais antiga, a empresa disse que o conjunto híbrido iria oferecer "uma performance de V8" e, em outro momento, disse que "teria ainda mais torque em baixa rotação". Como referência, o Mustang GT 2018, equipado com o 5.0 V8, produz 466 cv e 58,1 kgfm, então o modelo híbrido deve ser tão potente quanto.

Obviamente, colocar um V8 embaixo do capô é uma maneira fácil de garantir que terá um desempenho de... bem, um V8. Porém, é possível que tenha um motor com menos cilindros e que a assistência elétrica compense a diferença. Segundo os rumores mais recentes, o Mustang híbrido chegará pouco depois da nova geração do esportivo com motor a combustão, prevista para 2021. E esta variante híbrida, no momento, seria vendida só nos Estados Unidos.

Fonte:  Ford Motor Company via YouTube via Car and Driver