Pony car ganhará plataforma modular e pela primeira vez terá opção de tração integral

Até então com lançamento programado para 2020, a nova geração do Ford Mustang atrasou e deverá demorar pelo menos mais um ano para chegar ao mercado. Conforme adianta reportagem da agência de notícias Automotive News, o renovado pony car só estreará efetivamente em 2021 e será construído sobre uma das novas plataforma modulares desenvolvidas pela Ford. Segundo rumores, o modelo quebrará diversos paradigmas em termos tecnológicos e de performance, incluindo a possibilidade de ser oferecido em versões híbrida e elétrica.

Mais sobre a Ford

Com a mudança de plataforma, o Mustang passará a compartilhar diversos componentes com modelos de diferentes segmentos, incluindo os próximos Explorer e Lincoln Aviator. A tração traseira será mantida como padrão, mas pela primeira vez o esportivo terá versões equipadas com tração integral - mudança que, segundo a marca, não abalará em nada o DNA característico do carro. "O Mustang ainda será um veículo forte e bem proporcionado", disse o chefe do projeto, Darrell Behmer. "Não será um bastardo", completou.

Comparativo - Ford Mustang GT vs. Chevrolet Camaro SS

A ideia da tração integral decorre especialmente do caráter global adquirido pelo Mustang nos últimos anos. Na prática, adotar o sistema AWD pode ser bastante interessante em alguns mercados, principalmente para concorrer com rivais de origem europeia e até com o próprio compatriota Dodge Challenger GT.

Fonte: Automotive News

Galeria: Comparativo - Ford Mustang GT vs. Chevrolet Camaro SS