Versão perua que fez sucesso como "Fielder" é revelada por completo, mas segue longe do Brasil

Pergunte a qualquer pessoa que teve uma Toyota Fielder e, na maioria das vezes, só ouvirá elogios sobre a perua. Apesar da boa fama, acabou perdendo espaço com a chegada dos SUVs e até mesmo para a versão sedã do Corolla. Agora vamos ficar só na vontade, observando as fotos da Toyota Corolla Touring Sports, a nova geração da Fielder, que foi apresentada por completo no Salão de Paris (França). E ela já adianta muito de como será o novo Corolla sedã, deixando o modelo mais próximo do arquirrival Honda Civic. Boa notícia é a evolução tanto em espaço interno como em equipamentos, trazendo como destaques itens como painel digital, central multimídia maior e acabamento mais refinado.

Leia também

Assim como a versão hatch e a futura variante sedã do novo Toyota Corolla, a perua Corolla Touring Sports é montada sob a plataforma TNGA. Além de ser modular, facilitando o uso em outros modelos como o Prius, é preparada para eletrificação, o que permite que tenha versões híbridas. O hatch já conta com esta motorização, combinando o motor 1.8 com outro elétrico, ou um 2.0 com um elétrico.

A nova geração do Corolla também deve receber uma versão híbrida aqui no Brasil, motivo pelo qual a fabricante testa o Prius com motor 1.8 flex. Além da versão híbrida, a Corolla Touring Sports terá o motor 1.2 turbo de 114 cv, a única versão que usa somente um motor a combustão.

Toyota Corolla Touring Sports 2019 - Salão de Paris 2018
Toyota Corolla Touring Sports 2019 - Salão de Paris 2018

Como uma boa perua, a Corolla Touring Sports tem um belo porta-malas, com capacidade de 598 litros – sem contar quando rebatemos os bancos. Porém, ainda perde para os 605 litros da Volkswagen Golf Variant ou para os 610 litros da Skoda Octavia Combi. Seu entre-eixos é de 2,70 m, o mesmo do sedã atual. Conta com suspensão McPherson na frente e multilink na traseira, com a opção de receber suspensão adaptativa por um custo extra. Podemos notar outras melhorias na perua, como a ausência do relógio digital no console e o câmbio com coifa de couro, não mostrando mais o trilho. O acabamento melhorou nitidamente, recebendo um material macio na parte de cima do painel.

Para os brasileiros, resta esperar pelo lançamento do novo Toyota Corolla na carroceria sedã. A fabricante acaba de anunciar um investimento de R$ 1 bilhão na fábrica em Indaiatuba (SP), complexo que produz a atual geração do Corolla. Pelas estimativas da empresa, a reforma do complexo, para que seja capaz de produzir a plataforma TNGA, levará até um ano e meio. Como a Toyota tem o costume de apresentar o Corolla em março, esperamos que o lançamento aconteça no terceiro mês de 2020.

Fotos e informações: Daniel Messeder, de Paris - França
Viagem a convite da Renault do Brasil

Galeria: Toyota Corolla Touring Sports