Informação partiu de Andreas Kruger, chefe de produtos compactos da marca

Apesar da presença de rivais de peso como Jeep Renegade, Nissan Kicks, Ford EcoSport e Honda HR-V, o mercado norte-americano não receberá o Volkswagen T-Cross. Em entrevista concedida recentemente, Andreas Kruger, chefe de produtos compactos da marca, negou rumores e adiantou que não há a menor chance de o SUV ser oferecido por lá, seja nos Estados Unidos ou no Canadá. Nas palavras do executivo, o modelo é pequeno demais para atender às necessidades desses mercados.

Mais sobre o T-Cross:

O anúncio, na prática, não chega a ser uma surpresa, já que até mesmo o T-Roc (vendido na Europa e de porte ligeiramente maior) também foi descartado por lá. Estranha mesmo é a decisão de ficar fora de um nicho importante em uma das regiões mais consumidoras de SUVs no mundo, inclusive de modelos compactos como os representantes da Jeep, Nissan, Ford e Honda.

 

Dessa forma, o crossover de menor porte da Volkswagen na América do Norte será o Tarek, já lançado na China e posicionado abaixo do Tiguan Allspace.

Volkswagen T-Cross - Primeira volta

Sobre o T-Cross

Se na América do Norte o T-Cross não terá espaço, na América do Sul e na Europa acontecerá justamente o contrário. Providencial para os planos de crescimento da VW, o modelo será revelado nestes dois mercados ainda neste ano e começará a ser vendido nos primeiros meses de 2019. No Brasil, em especial, terá uma série de particularidades, entre elas entre-eixos ligeiramente maior (de 2,65 m contra 2,56 m). Será equipado com motores 1.0 e 1.4, ambos TSI (turbo e injeção direta). 

Fonte: Automotive News Europe

Galeria: Volkswagen T-Cross 2019 - Novos flagras