Com design atualizado e novos equipamentos, nova geração da naked começa a ser produzida em Manaus

Apresentada no Salão Duas Rodas de 2017, a nova geração da KTM 390 Duke ABS começa a ser vendida nas concessionárias de todo o Brasil por R$ 23.990. A naked ganhou um novo design, mais equipamentos e novo ajuste para o motor. Entre as novidades estão tecnologia de espelhamento de smartphone no painel, acelerador eletrônico, e freios maiores.

Leia também:

A KTM 390 Duke chega para tentar conquistar os clientes no segmento das nakeds de entrada. Por R$ 23.990, fica na mesma faixa de preço que suas rivais, como Kawasaki Z 300 (R$20.890), Yamaha MT-03 (R$ 21.550), BMW G 310R (R$ 21.990) e Honda CB 500F (R$ 23.900). Porém, está na parte mais alta, só não sendo mais cara do que a CB 500F, que custa R$ 90 a mais.

KTM 390 Duke ABS 2019
KTM 390 Duke ABS 2019

Sua mecânica foi aprimorada. O motor 373,2 cm² monocilíndrico gera 44 cv a 9.000 rpm, com melhorias no mapa de injeção, melhorando seu desempenho. Continua a trabalhar com um câmbio de seis velocidades. Tem suspensão invertida na dianteira e monochoque na traseira, rodas de 17 polegadas com pneus esportivos, e freios melhores – o disco dianteiro cresceu de 300 para 320 mm. Passa a utilizar acelerador eletrônico sem fio (ride-by-wire), faróis de LED e o tanque de combustível agora é de 13,4 litros.

 

Um dos destaques é o novo painel de instrumentos digital, com tela TFT colorida e antirreflexo. Ela conta com o sistema KTM My Ride, permitindo espelhar o smartphone na tela, além de controle o áudio e visualizar chamadas telefônicas. Será vendida somente nas cores laranja e branca.

Fotos: Divulgação

Galeria: KTM 390 Duke ABS 2019