Serão dois SUVs e mais um sedã, montados em Anápolis (GO) e Jacareí (SP)

Agora que seu primeiro carro, o hatch aventureiro Tiggo 2, está nas lojas, a Caoa Chery começa a preparar o lançamento de mais veículos no Brasil. A marca confirma três carros para o segundo semestre deste ano, além da versão automática do Tiggo 2, todos com produção nacional. Serão dois modelos fabricados em Anápolis (GO), onde a Caoa já possui uma fábrica, e mais um em Jacareí (SP). Apesar de a marca fazer mistério sobre esses modelos, Motor1.com apurou que serão os SUVs Tiggo 5 e Tiggo 7, e o sedã Arrizo 5, mantendo os planos que a Chery tinha antes da Caoa adquirir a operação nacional.

Leia também:

Este primeiro momento da Caoa Chery será dedicado a fortalecer sua presença no Brasil. A fabricante quer sair dos 0,6% de participação neste ano e chegar aos 2% de market share em 2020. “Nossa estratégia é de longo prazo”, explica Mauro Correia, presidente do Grupo Caoa. Anning Chen, CEO da Chery, adianta que há planos até para criação de uma central de pesquisa e desenvolvimento no país, para criar produtos específicos para nosso mercado.

Além do mercado nacional, a fabricante já olha para o resto da América Latina, exportando os carros feitos no Brasil. É um projeto que levará mais tempo, uma vez que a Chery já atua em alguns países do continente por meio de exportação direta da China. Segundo Correia, cada um dos casos será estudado, chegando a um consenso que beneficie ambas as empresas.

Galeria: Chery Tiggo 7 - Flagra

A Caoa Chery vai lançar mais 3 carros até o final do ano. Estes modelos serão os que já haviam sido confirmados pela fabricante no Salão de Automóvel de 2016: dois SUVs, o Tiggo 5 e o Tiggo 7, ambos já avistados em testes no Brasil, além do sedã Arrizo 5. A ideia é aproveitar que já estão com a homologação avançada e ter produtos para movimentar as concessionárias – afinal, a Caoa Chery já tem 25 unidades e quer abrir mais 30 lojas até dezembro.

A novidade mais próxima de nós é a versão automática do Tiggo 2. Embora a expectativa fosse de um câmbio do tipo CVT, apuramos que será uma transmissão automática de 4 marchas, que já estava em exposição junto aos outros modelos na apresentação. É a mesma caixa que equipava o Tiggo anterior. Preços ainda não foram divulgados, nem quando estará nas concessionárias.

Fotos: Divulgação e Motor1.com

Galeria: Novo Chery Tiggo 5 - China