Mostrado no Salão do Automóvel de 2006, deveria ter antecipado SUV do Prisma com motor 1.4

Nome: Chevrolet Prisma Y

Apresentação: Salão do Automóvel de São Paulo – 2006

Especificações: Motor 1.4 EconoFlex, 8V, transversal, 97 cv a 6.000 rpm e 12,9 kgfm a 2.800 rpm, com etanol, câmbio manual de 5 marchas

Porque lembramos dele:

Quando a Ford lançou o EcoSport, em 2003, acabou criando um segmento e lucrou muito com isso, já que ficou sozinha durante décadas. Logo algumas marcas começaram a estudar o lançamento de um SUV compacto. No caso da Chevrolet, a ideia virou o Prisma Y, conceito apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo de 2006, utilizando a mesma plataforma e motor 1.4 do sedã.

Chevrolet Prisma

Foi desenhado pela área de Design da GM para América Latina, África e Oriente Médio, comandada por Carlos Barba. Tinha um design que, segundo Barba, misturava o equilíbrio entre a utilização na cidade e no campo, de olho nos “jovens com senso de aventura”. Ou seja, é a mesma conversa usada para qualquer SUV compacto na atualidade. Até o nome refletia isso, com o Y vindo da palavra Young (“jovem”, em inglês).

Chevrolet Prisma

A frente trabalhava bem a linguagem de design da GM na época, com a grade dupla no mesmo estilo que foi usado em outros carros da marca, como o Chevrolet Captiva. Trazia alguns elementos que tentavam deixá-lo com cara de lameiro, como grandes faróis de neblina em posição alta, o para-choque robusto e o capô com um leve ressalto próximo do para-brisa. A traseira era mais quadrada e tinha lanternas iguais à do Prisma, só que com LEDs.

Chevrolet Prisma
Chevrolet Prisma

Se tivesse sido lançado, teria aproveitado a mecânica do Prisma, vindo com o motor 1.4 EconoFlex 8V de 97 cv e 12,9 kgfm. Tinha teto solar panorâmico, freios a disco nas quatro rodas e banco traseiro que podia ser rebatido e formava um piso plano para o porta-malas. Na época, a mídia apostava nele como um substituto do Chevrolet Tracker (que, naquela geração, era uma adaptação do Suzuki Vitara), para chegar ao mercado em 2009. Porém, apesar da boa aceitação no Salão, a GM deixou o projeto de lado, apostando no médio Captiva em 2008.

Imagens: Divulgação

Galeria: Chevrolet Prisma Y Concept