Modelo obteve 94,8 pontos de um total de 100 para segurança dos ocupantes em caso de colisão

Além de inovador na proposta e tecnológico na mecânica, o Nissan Leaf de nova geração também se destaca quando o assunto em questão é segurança. Em testes realizados recentemente pelo Japan NCAP, o modelo alcançou 5 estrelas nas provas de impacto e entrou com facilidade para o almejado grupo dos modelos com nota máxima. De acordo com o relatório, o elétrico obteve 94,8 pontos de um total de 100 e garantiu performance elogiável para os ocupantes em caso de colisão. Será vendido no Brasil em 2019, conforme anunciado pela fabricante.

Leia também:

2018 Nissan Leaf

Contribuiu diretamente para o resultado a presença de itens como 6 airbags com sistema de retenção suplementar (SRS), bancos com estrutura e apoios de cabeça reforçados, cintos de segurança com pré-tensionadores e limitadores de esforço reduzido, além da carroceria com estrutura altamente rígida.

O modelo também foi submetido a testes contra choques elétricos, para avaliar a possibilidade de descarga elétrica em uma eventual colisão. O órgão identificou que a bateria possui um invólucro de proteção altamente seguro e que a própria estrutura da carroceria protege os ocupantes contra componentes de alta voltagem. Além disso, um dispositivo corta o sistema de alta tensão em caso de colisão.

2018 Nissan Leaf

Nesta segunda geração, o Leaf é comercializado nas versões S, SV e SL, com duas opções de baterias. A primeira, de 40kWh, garante autonomia de aproximadamente 240 km, ao passo que a segunda, de 60kWh, permite rodar até 320 km. O motor elétrico é o mesmo do modelo antecessor, mas com um novo inversor, que elevou a potência para 150 cv e o torque para 32,6 kgfm. A velocidade máxima é limitada a 140 km/h.

O lançamento no Brasil é aguardado para 2019.

Fotos: Divulgação

Galeria: Avaliação Nissan Leaf no Japão

Foto de: Redação