Supercarro fez manobras e posou ao lado do F1 guiado pelo piloto brasileiro em 1989

A McLaren inaugura nesta semana em Yorkshire, ao norte da Inglaterra, a novíssima fábrica que sediará a produção de seus superesportivos pelos próximos anos. Internamente chamada de McLaren Composites Technology Center (MCTC), a planta consumiu mais de 50 milhões de libras em investimentos e foi apresentada à imprensa durante uma cerimônia que teve como protagonista o recém-revelado modelo Senna, batizado em homenagem ao piloto brasileiro.

Leia também:

2018 McLaren Senna

Nas instalações da própria fábrica, a marca criou uma espécie de palco (com direito à câmeras e jogo especial de luzes) onde o bólido pôs à prova toda a disposição gerada pelos 800 cv do motor 4.0 V8 biturbo. Ao final, emocionou os fãs mais aguerridos do piloto ao posar ao lado do carro de F1 guiado pelo próprio Ayrton em 1989. 

Apresentado em dezembro passado, o Senna terá apenas 500 exemplares produzidos ao preço de 750 mil libras (cerca de R$ 3,3 milhões) cada um. Todos, vale lembrar, já foram vendidos. Mais detalhes sobre o modelo serão divulgados em março, no Salão de Genebra. 

Fotos: Divulgação

Galeria: McLaren Carbon Composites Technology Center