É a quarta ocasião em que o Fusca se despede do país

Mais uma vez, o Fusca deixa de ser vendido no Brasil. Agora, nem Itamar Franco conseguirá reverter isso. Importada do México, a atual geração (que ainda usa a plataforma PQ35, a mesma do Tiguan e Jetta) já teve seu fim sinalizado pela Volkswagen, assim como aconteceu com o Scirocco, coupé esportivo vendido no exterior. 

Volkswagen atualiza o novo Fusca para a linha 2017 - veja fotos

A decisão da Volkswagen pelo fim de modelos "de nicho", como o Fusca e Scirocco, vem para atender uma demanda cada vez maior de SUVs e carros elétricos e híbridos. Com foco no desenvolvimento destes segmentos, novas gerações e atualizações de modelos de baixa demanda estão sendo descartadas, ao menos até decidirem, mais uma vez, ressuscitar estes famosos nomes. Informações dão conta de que o próprio Fusca reviverá como um elétrico depois de 2020. 

Leia também:

A atual geração do Fusca chegou ao Brasil em 2012 com motor 2.0 TSI de 200 cv, se tornando uma opção mais esportiva ao Jetta TSI e mais lúdica que o Golf. Chegou aos 211 cv, com modificações no cabeçote e coletor, mas o visual se manteve o mesmo até então. Com estilo que lembra o clássico Fusca, fez fãs que procuravam um carro "descolado" e esportivo. Relembre nosso comparativo dele contra o Citroën DS3! 

Fotos: divulgação

Galeria: Volkswagen Fusca - 2017