Primeiro carro da Mitsubishi, o Model A, de 2017, será recriado sobre a plataforma de um Outlander PHEV

A Mitsubishi é o que se conhece como zaibatsu. Essa palavra, que significa "círculo financeiro", se refere a grandes conglomerados econômicos que produziam desde alfinetes até prédios. A parte automotiva da empresa surgiu há 100 anos, mais exatamente com o nascimento do Model A, de 1917. Agora sob o comando da Nissan e da Renault, a Mitsubishi celebrará seu centenário de uma forma original: recriando o pioneiro Model A. Mas sobre a plataforma de seu modelo mais moderno, o Outlander PHEV.

Leia também:

Você deve se perguntar sobre a escolha do Outlander PHEV, mas ela parece relativamente simples. Além de a criação representar aquela união do antigo e do moderno, tão querida dos japoneses, ela também tem explicações técnicas: a semelhança de entre-eixos. O Model A, que teve apenas 22 unidades fabricadas, tinha 2,64 m de entre-eixos. O Outlander PHEV tem 2,67 m.

As demais medidas são bem diferentes. Enquanto o Outlander tem 4,66 m de comprimento, 1,80 m de largura e 1,68 m de altura, o Model A tinha 3,83 m, 1,62 m e 2,07 m, respectivamente. Enquanto o Model A tinha um motor de 4 cilindros 2.8 de incríveis 35 cv, o Outlander tem 191 cv só com seu motor 2.0 térmico. Ele tem mais dois, elétricos. Um para cada eixo, sem potência divulgada.

A recriação do Model A ficará a cargo da West Coast Customs, com filmagem de todas as etapas de transformação. As gravações serão convertidas em uma série que será exibida no canal de TV a cabo Velocity, nos EUA. Todas as terças, às 21h, no horário local. Por aqui, ela deve acabar aparecendo eventualmente. Vamos tentar acompanhar a transformação de perto e trazer o resultado final assim que ele for revelado.

Foto: divulgação

Mitsubishi Model A 1917