Volta Rápida: mais refinado, Renault Fluence 2015 quer o Top 5

Renault Fluence Privilège e Dynamique 2015 Quando chegou ao Brasil, em dezembro de 2010, o Fluence chamou a atenção pelo porte e recheio. Com controle de estabilidade, ar digital de duas zonas, direção elétrica, amplo espaço interno e o câmbio CVT, se tornou o sedã médio de melhor custo x benefício na época. Agora, a Renault revitaliza o visual com sua nova identidade e aprimora o acabamento para dobrar o volume de vendas do modelo. A meta é colocá-lo na lista dos cinco mais vendidos da categoria. Seria muita pretensão? Isso é que o vamos jogar na mesa agora.
Volta Rápida: mais refinado, Renault Fluence 2015 quer o Top 5
O que é? Um legítimo Renault. Esta é a primeira impressão que a marca francesa espera ter quando alguém olha para o novo Fluence. Segundo Bruno Hohmann, diretor de Maeketing, a nova identidade visa proporcionar o reconhecimento da marca antes mesmo de se identificar o modelo. Assim, o facelift aplicado ao Fluence traz o grande emblema da empresa, nova grade, novo para-choque dianteiro com entradas de ar maiores e luzes diurnas de LED. Também são novas as rodas das duas versões. Na traseira, a única novidade é um retoque nas lanternas apenas na versão Privilège, as quais passam a ter luzes de LED. Na Dynamique não há alterações.
Volta Rápida: mais refinado, Renault Fluence 2015 quer o Top 5
Por dentro também há melhorias interessantes. A mais vistosa é o painel de instrumentos digital, o mesmo utilizado anteriormente na versão esportiva GT. Apesar de manter a inclinação, característica do modelo, oferece boa leitura de todas as informações e confere sofisticação. Quando se utiliza o controle de velocidade de cruzeiro, o anel central acende uma iluminação verde indicando que está dentro da velocidade configurada e vermelho ao ultrapassá-la. É interessante e prático para evitar multas. Por falar nisso, o botão de acionamento do limitador de velocidade/controle de velocidade de cruzeiro segue na confusa localização no console central ao lado do freio de mão.
Volta Rápida: mais refinado, Renault Fluence 2015 quer o Top 5
Painel de instrumentos agora é digital O painel traz materiais de boa qualidade e macios ao toque, inclusive nas portas dianteiras. Nas traseiras, o plástico tem o mesmo aspecto, mas é rígido. Os encaixes são precisos e bem feitos. Uma grande crítica do Fluence anterior era a confusa central multimídia com GPS com operação através de botões no console ou por controle remoto. Pelo menos nas duas versões mais caras, isso foi corrigido com a nova central R-Link, que traz tela sensível ao toque, comando de voz, GPS da TomTom e conectividade total por USB/AUX e Bluetooth, além de câmera de ré integrada na versão de topo.
Volta Rápida: mais refinado, Renault Fluence 2015 quer o Top 5
Outro ajuste muito bem vindo no Fluence 2015 está nos bancos. Pelo menos nas versões equipadas com bancos em couro, os assentos dianteiros ganham novo apoio para as pernas, segurando melhor o corpo em curvas. Este revestimento também ganha costura diferente, com losangos nos assentos e nos encostos. O resultado final é um interior mais refinado.
Volta Rápida: mais refinado, Renault Fluence 2015 quer o Top 5
Como anda? O Fluence 2015 manteve as mesmas virtudes e qualidades do anterior. Com o mesmo conjunto mecânico formado pelo motor 2.0 16V Flex e o câmbio automático CVT (manual de seis marchas na versão de entrada), o sedã acelera dentro do esperado para os 143 cv (etanol), potência hoje discreta perto da concorrência. O segredo do desempenho satisfatório está no bom torque de 20,3 kgfm entregue em sua totalidade a 3.750 rpm. Pesando 1.372 kg, o Fluence faz o 0 a 100 km/h em 9,9 s (etanol)/10,1 s (gasolina) quando equipado com o câmbio CVT, de acordo com a Renault.
Volta Rápida: mais refinado, Renault Fluence 2015 quer o Top 5
Em um test-drive de cerca de 100 km por boas rodovias no interior de São Paulo, o modelo provou que manteve o bom isolamento acústico, além do rodar tranquilo e muito confortável. No entanto, o ruído do motor invade a cabine ao elevar a rotação para as ultrapassagens. Para quem gosta de ter o "controle" do motor, as marchas virtuais ajudam um pouco segurando o giro em rotações mais altas, mas o recurso deixa um gosto artificial. Pelo lado positivo, para quem curte o CVT, o câmbio se entende muito bem com o motor e tende a oferecer bons números de consumo. Em nosso curto trajeto, com duas pessoas e ar-condicionado ligado durante todo o percurso, a média ficou na casa dos 11,9 km/l com gasolina. No uso, a central R-Link traz a praticidade da tela sensível ao toque e torna mais fácil conectar um smartphone via Bluetooth, seja para ouvir música ou fazer ligações. Os bancos dianteiros seguram melhor, evitando aquele "samba" nas curvas. O piloto automático segue confuso, mas com o tempo é possível se acostumar. Mesmo na versão de topo, falta o retrovisor fotocrômico.
Volta Rápida: mais refinado, Renault Fluence 2015 quer o Top 5
Fluence Dynamique 2015 Quanto custa? Para 2015, a Renault reformulou as versões do Fluence, deixando mais interessantes as de topo. Lançou a linha 2015 com o mesmo preço inicial da anterior, mas vale lembrar que o antigo recebeu aumento de R$ 1.100 no fim de setembro. Assim, temos preço inicial de R$ 66.890 na versão Dynamique com câmbio manual de seis marchas até R$ 82.990 na Privilège CVT. Detalhando as versões e seus respectivos itens de série, temos: A versão de entrada Dynamique custa R$ 66.890 e com o câmbio CVT vai para R$ 71.890. Tem como principais itens o painel digital, ar-condicionado automático dual zone, quatro airbags (dianteiros e laterais), freios ABS com EBD e AFU, sistema Isofix, luzes de rodagem diurna em LED, banco do motorista com regulagem de altura, chave cartão hands free para fechamento das portas e partida do motor no botão Start/Stop, computador de bordo, direção elétrica com assistência variável, vidros dianteiros e traseiros elétricos com função "one touch" e sistema anti-esmagamento com fechamento automático pelo cartão chave, volante com regulagem de altura e profundidade, banco do motorista com regulagem de altura. O sistema de som tem rádio CD/MP3 com conexão USB/iPod/AUX/Bluetooth para áudio e telefone com quatro alto falantes e comando satélite de áudio e celular na coluna de direção. Também faz parte desta lista as rodas de liga leve com aro de 16 polegadas. A novidade da linha 2015 é a introdução da versão Dynamique CVT Plus por R$ 74.890, a qual adiciona o sistema multimídia R-Link com tela multitoque, GPS Integrado, Rádio MP3 “3D Sound by ARKAMYS” com conexão USB/iPod e AUX com quatro alto falantes e quatro tweeters e bancos de couro.
Volta Rápida: mais refinado, Renault Fluence 2015 quer o Top 5
Outra modificação está no topo de gama Fluence Privilège que, por R$ 82.990, passa a incorporar os faróis de xenônio com lavador e o teto solar elétrico, antes opcionais que custavam R$ 4.500. Nesta versão também estão presentes as luzes LED nas setas integradas aos retrovisores, rodas de 17 polegadas e sensor de estacionamento com câmera de ré integrada na tela do R- Link. Somente nesta versão estão disponíveis os sistemas de controle de estabilidade (ESP) e controle de tração (ASR), seis airbags (frontais, laterais e duplos tipo cortina).
Volta Rápida: mais refinado, Renault Fluence 2015 quer o Top 5
Com os concorrentes também renovados que chegaram e estão por vir no começo de 2015, a vida do Fluence não será fácil. Mesmo assim, a Renault destaca a renovação visual, o amplo espaço interno, conforto e a recheada lista de itens de série como premissas para elevar as vendas para 1.000 unidades por mês, o dobro do que vende atualmente. Por Fábio Trindade Fotos Divulgação
Volta Rápida: mais refinado, Renault Fluence 2015 quer o Top 5
Motor: dianteiro, transversal, quatro cilindros, 1.997 cm3, 16 válvulas, comando de válvulas variável; Potência: 143cv(E)/140cv(G) a 6.000 rpm; Torque: 20,3 kgfm(E)/19,9 kgfm(G) a 3.750 rpm; Transmissão: câmbio manual de seis marchas / automático do tipo CVT com seis marchas virtuais, tração dianteira; Direção: elétrica; Suspensão: Independente MacPherson na dianteira e molas helicoidais com barra estabilizadora na traseira; Freios: discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira, com ABS, EBD e AFU; Rodas: aro 16 com pneus 205/60 R16 no Dynamique e aro 17 com pneus 205/55 R17 no Privilège; Peso: 1.372 kg; Porta-malas: 530 litros; Tanque: 60 litros; Dimensões: comprimento 4.620 mm, largura 1.810 mm, altura 1.470 mm, entreeixos 2.700 mm; Velocidade máxima: 200 km/h (M) / 195 km/h (CVT)
Volta Rápida: mais refinado, Renault Fluence 2015 quer o Top 5

Volta Rápida: mais refinado, Renault Fluence 2015 quer o Top 5

Foto de: Fábio Trindade