Crossover japonês une a mecânica híbrida do Corolla europeu a um design arrojado e interior refinado

Cada vez que um SUV ou crossover é lançado no Brasil alguém reclama da falta de hatches médios no mercado. Então desta vez eu tenho uma boa notícia para você, ou melhor, a Lexus: o novo UX 250h é chamado de crossover pela marca, mas na prática estamos diante de um belo exemplar de hatch médio com propulsão híbrida. Podemos dizer até que se trata de um novo Corolla hatch de luxo, pois o UX usa uma derivação da plataforma TNGA e o mesmo conjunto propulsor do Corolla dois volumes europeu. 

Teste: Lexus UX250h (BR)

O UX 250h chega ao Brasil em três versões de acabamento e equipamentos: Dynamic (R$ 173.490), Luxury (R$ 193.990) e F-Sport (R$ 214.490). A que você vê nesta página é a intermediária Luxury, na qual a Lexus aposta a maior parte de suas fichas, com previsão de representar 44% do mix de vendas do modelo. O UX vem para ser o carro-chefe da marca japonesa por aqui, devendo responder por nada menos que metade das vendas da empresa. E ainda tem a missão de trazer clientes mais jovens para a Lexus. 

Não considere o UX 250h, portanto, um crossover familiar como os principais rivais listados pela marca, como Volvo XC40, BMW X2 e Mercedes GLA. O Lexus é menor e mais baixo que eles. Por coincidência, o Nissan Leaf estava na garagem do Motor1.com quando cheguei com o UX e parei ao lado dele - o porte é idêntico! Ou seja, estamos, sim, diante de um hatch médio. A única coisa que o UX tem de crossover é proteção plástica nas caixas de roda, que por sinal acompanha as linhas recortadas da carroceria. Estiloso, o UX é atração certa nas ruas.

Teste: Lexus UX250h (BR)
Lexus UX250h
Lexus UX250h

Se analisado como crossover familiar, o UX peca em dois aspectos fundamentais: espaço interno e porta-malas. Na frente os ocupantes viajam com folga, mas atrás, apesar do banco confortável e da saída de ar exclusiva, o espaço é exíguo para as pernas e cabeça de ocupantes adultos. Já o bagageiro ficou muito raso com a presença das baterias abaixo dele, e acabou com volume de apenas 320 litros - e parece até menos na prática. Um porta-objetos abaixo da base comporta alguns pertences, mas não resolve a situação. Visto como hatch, porém, seu porta-malas não fica tão pequeno assim. O Cruze Sport6 tem 290 litros, por exemplo. 

Encarado como crossover, o UX 250h também deixa a desejar pela frente baixa, com ângulo de entrada de apenas 14 graus, que não livra o para-choque dianteiro de raspar em saídas de garagem. A altura livre do solo é de apenas 16 cm, ou 2 cm menor que a do Renault Kwid. Ah, e a tração é somente dianteira. Por outro lado, você vai curtir o equilíbrio nas curvas e a reduzida inclinação da carroceria em desvios rápidos de trajetória - apesar de ter um simples eixo de torção na traseira. O peso das baterias no assoalho deixa o centro de gravidade mais baixo, ajudando na sensação de carro no "chão". Já a direção tem bom peso, mas pouca comunicação, valorizando o conforto.

Teste: Lexus UX250h (BR)

O principal destaque do novo Lexus está na mecânica com motor 2.0 a gasolina e injeção mista (direta e indireta) aliada a um propulsor elétrico. É o mesmo conjunto do Corolla europeu topo de linha, enquanto no Brasil a Toyota optou pelo 1.8 flex para o novo sedã híbrido que será lançado em outubro. A Lexus divulga potência de 145 cv para o motor a combustão e mais 107 cv para o elétrico, chegando a 181 cv totais (como em outros híbridos, a potência final não é a soma dos dois propulsores). O torque total não é informado, apenas o do motor a combustão, de 19,4 kgfm. 

Na partida, é o motor elétrico que dá início aos trabalhos, fazendo o hatch de 1.615 kg se mover sem praticamente nenhum ruído. Como no Prius, o motor a combustão só entra quando o acelerador é mais exigido - ha até o botão EV para o modo totalmente elétrico, mas que serve apenas para baixas velocidades. É possível acompanhar o funcionamento do sistema (uso do motor de cada motor, de ambos combinados ou a regeneração de energia para a bateria) pelo quadro de instrumentos ou pela multimídia. E são três modos de condução: Eco, Normal e Sport, comutáveis por um botão giratório no alto do painel, à direita do cluster. Rodando no Eco, melhor condição para consumo, registramos médias de 16,2 km/litro na cidade e 17,4 km/litro na estrada - lembrando que no ciclo rodoviário a vantagem do híbrido não é tão grande pelo maior uso do motor a combustão.  

Teste: Lexus UX250h (BR)
Teste: Lexus UX250h (BR)

O empuxo do motor elétrico é fundamental no (bom) desempenho do UX, pois garante saídas e retomadas decididas sem a necessidade de esperar a rotação do 2.0 a gasolina subir. Mesmo no modo Eco o modelo responde com vontade às solicitações do acelerador. No Sport, o motor a combustão fica de prontidão quase o tempo todo, para ser ainda mais ágil. Nossos testes não chegaram a mostrar uma performance de tirar o fôlego, mas o tempo de 9,5 segundos na prova de 0 a 100 km/h é próximo ao do Golf 1.4 TSI. Já as frenagens ocorreram em curto espaço (38,6 metros de 100 km/h até a parada completa), mas na quarta passagem (fazemos duas em casa sentido) o pedal baixou e o sistema acusou fadiga. Culpa dos mais de 1.600 kg do carro.

Numa utilização normal, o UX 250h chama a atenção pelo conforto, rodando de forma suave e silenciosa na maioria das situações. A suspensão tem calibração macia e absorve bem a maioria das imperfeições, mas acusa o golpe em buracos maiores, no que contribui também as rodas aro 18" com pneus 225/50. Já o baixíssimo nível de ruído a bordo vale até uma comparação com o primo Toyota RAV4, que, com seu 2.5 a combustão, incomodou pelo barulho e vibração, principalmente na estrada. Neste aspecto, o 2.0 do Lexus revelou funcionamento mais "liso" e refinado. 

Por falar em refinamento, a cabine do UX encanta tanto pelo visual quanto pelo acabamento. A Lexus é conhecida pela atenção aos detalhes, como podemos perceber pela variação de materiais no painel e laterais de porta (todos macios e suaves ao toque). Também ficou interessante o desenho da multimídia no alto do painel, ainda integrada à peça (lembra o novo BMW Série 3), enquanto o volante tem boa pegada e é revestido por um couro de tato muito agradável. Só faltaram as borboletas para trocas de marcha na direção, item que a Lexus infelizmente reservou como exclusividade da versão F-Sport. 

Teste: Lexus UX250h (BR)

Em sintonia com a multimídia de 10,3", o quadro de instrumentos é quase todo digital (somente nível de combustível e temperatura são analógicos) e permite variar seu grafismo de acordo com o modo de condução. No modo Sport o conta-giros ganha um bonito contorno branco, mas ainda não tem o aro físico deslizante que impressiona na versão F-Sport. Já a multimídia mantém seus comandos numa espécie de mouse pad no console, que é fácil de usar e responde rapidamente. Ponto negativo fica pela falta das conexões Apple Carplay e Android Auto, como acontece no RAV4 e em outros Toyota. Pelo menos há um carregador de celular por indução no console.      

Ainda sobre as ausências, a Lexus não trouxe ao Brasil os sistemas de condução semi-autônoma oferecidos no UX 250h lá fora, como piloto automático adaptativo, frenagem automática de emergência e alerta de saída de faixa - itens que ironicamente estão na versão SX do RAV4 vendido no Brasil. Então o RAV é melhor escolha por R$ 7 mil a menos? Depende. Você quer um híbrido SUV de família ou um hatch luxuoso?

Fotos: autor

Ficha Técnica - Lexus UX 250h Luxury

MOTOR dianteiro, transversal, 4 cilindros, 16 válvulas, 1.987 cm3, comando duplo variável, injeção direta e indireta, gasolina (combustão) + motor elétrico 
POTÊNCIA/TORQUE

145 cv a 6.000 rpm; 19,4 kgfm a 4.400 rpm (combustão) + 109 cv (elétrico); 181 cv de potência total

TRANSMISSÃO câmbio automático CVT com simulação de 6 marchas, tração dianteira
SUSPENSÃO independente McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira
RODAS E PNEUS liga-leve aro 18" com pneus 225/50 R18
FREIOS discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira, com ABS e ESP
PESO 1.615 kg em ordem de marcha
DIMENSÕES comprimento 4.495 mm; largura 1.840 mm; altura 1.540 mm; entre-eixos 2.640 mm
CAPACIDADES porta-malas 320 litros; tanque 43 litros
PREÇO  R$ 193.990
MEDIÇÕES MOTOR1 BR (gasolina)
    Lexus UX250h 
  Aceleração  
  0 a 60 km/h 4,4 s
  0 a 80 km/h 6,7 s
  0 a 100 km/h 9,5 s
  Retomada  
  40 a 100 km/h em S 7,6 s
  80 a 120 km/h em S 6,8 s
  Frenagem   
  100 km/h a 0 38,6 m
  80 km/h a 0 24,6 m
  60 km/h a 0 14,1 m 
  Consumo  
  Ciclo cidade 16,2 km/l 
  Ciclo estrada 17,4 km/l

Galeria: Teste: Lexus UX250h (BR)