Avançada tecnologicamente, a quarta geração do hatch médio está melhor do que nunca. Mas tem poucas chances de vir ao Brasil

Depois de conhecê-lo ainda de maneira estática, há três meses em Londres (Inglaterra), nós realmente queríamos acelerar o Ford Focus 2019. E com bom motivos, já que o hatchback avançou muito em tecnologia e promete melhorar ainda mais na dinâmica, seguindo a filosofia de sucesso da marca norte-americana para quase toda sua linha. Após muita espera, finalmente tivemos a chance de experimentar este fruto proibido - infelizmente, a Ford não tem planos de trazê-lo à América Latina e deve continuar fabricando a terceira e atual geração na Argentina.

Antes de entrar no assunto, deixe-me lembrá-lo de alguns detalhes sobre a quarta geração do Ford Focus. Ela é a primeira a utilizar a plataforma modular C2, que trouxe dimensões maiores modelo, principalmente no espaço para os ocupantes do banco de trás. E, ainda assim, o hatch ficou mais leve, reduzindo seu peso em 88 kg.

Ford Focus 2019

Mais completo

Devemos destacar também a rigidez torcional do chassi, que melhorou 20%, e a lista completíssima de auxílios eletrônicos de condução. Além dos itens habituais na categoria, como controle de cruzeiro adaptativo, o Focus pode receber, como opcional, faróis adaptativos em LED capazes de modificar o feixe de luz em determinadas circunstâncias, como antes de chegar à uma rotatória, de acordo com o tipo de via em que está andando.

Pagando um pouco mais, o Focus pode vir com um assistente capaz de interferir no volante, realizando uma manobra de esquiva para evitar um acidente. Lendo isso, quem poderia dizer que trata-se de um hatch médio, e não um modelo premium? Por fim, você pode conferir no link abaixo porque a fabricante diz que o Focus 2019 é "o melhor Ford já desenvolvido". 

Mais detalhes sobre o Ford Focus 2019:

Como também comentamos em abril, a linha Focus 2019 terá uma série de versões com carrocerias diferentes. Seguirá com a versão hatchback, com porta-malas de 375 litros; a familiar perua Sportbreak, que tem bagageiro para 608 litros e, por enquanto só na China, o Focus Sedan, que ainda não teve todos os dados divulgados. O hatch terá seis versões: Trend, Trend Edition, Trend+, a esportivada ST-Line, Titanium e a luxuosa Vignale. O Focus Sportbreak começa a partir da versão Trend Edition.

Também terá o Active, com aparência aventureira. Ele virá mais à frente, tanto para o hatch quanto para a perua e, junto com a Vignale, serão os modelos que servirão para incrementar a gama com o máximo possível de variantes para todos os clientes.

Ford Focus 2019

Motores turbo entre 95 e 182 cv

Quanto à mecânica, o novo Ford Focus dispõe de quatro motores a gasolina e três abastecidos com diesel, todos turboalimentados. Os primeiros, de 3 cilindros, fazem parte da família EcoBoost e são divididos entre o 1.0 de 100 cv ou 125 cv, e outro 1.5, de 150 cv ou 182 cv - o mesmo que equipa o Fiesta ST, só que menos potente, já que o Fiesta tem 200 cv.

Já os motores a diesel, chamados de EcoBlue, são o 1.5 de 95 cv ou 120 cv, e um novo 2.0 de 150 cv. Todos os motores utilizam um câmbio manual de 6 marchas, enquanto os EcoBoost de 125 cv e 150 cv e o EcoBlue de 120 cv podem receber uma transmissão automática de 8 marchas, com conversor de torque.

Ford Focus 2019
Ford Focus 2019

Controle dinâmico de condução

O Ford Focus 2019 dispõe, de série em todas as versões, de um controle dinâmico de condução, com os modos Eco, Normal e Sport. Cada modo altera a resposta do acelerador e da direção, assim como a gestão do câmbio automático, o funcionamento dos controles de tração e de velocidade do cruzeiro adaptativo com Stop & Go e, finalmente, o ajuste da suspensão adaptativa com controle contínuo de amortecimento (CCD) - item opcional que adiciona amortecedores adaptativos.

Um outro aspecto a se destacar, antes de falar sobre o que achei do Focus, é que pela primeira vez ele é oferecido com dois tipos de suspensão traseira. As versões mais baratas, com motor 1.0 EcoBoost e 1.5 EcoBlue, utilizam eixo de torção. As mais caras adotam suspensão multilink, que equipa todas as configurações com mais de 150 cv. Não por acaso, é exatamente a mesma estratégia usada pela Volkswagen com o Golf na Europa.

Ford Focus 2019

Estável e bom de curva

Em nosso primeiro teste dinâmico, pudemos dirigir o Focus com os motores 1.5 EcoBlue diesel de 120 cv e o 1.0 EcoBoost de 125 cv, sempre com a carroceria hatchback e na versão Titanium - ou seja, com suspensão de eixo de torção na traseira.

Depois de viajar por diversos quilômetros em rodovias, estradas menores e vias secundárias com curvas rápidas, pude notar como o Focus transmite sensações muito agradáveis e sempre transmite muita segurança. Claro que já esperávamos que fosse um carro com boas qualidades dinâmicas, e ele não decepcionou. A direção tem ótimo tato e transmite o contato das rodas com o asfalto de forma fiel. Junto a ela, a suspensão trabalha de firma eficaz para segurar a carroceria, sem causar perda de conforto ao passar por irregularidades ou outros tipos de buracos.

Ford Focus 2019
Ford Focus 2019
Ford Focus 2019

Em suma, o Focus 2019 merece ser chamado de ágil e estável. Reage com rapidez às ordens do motorista e sem movimentos amplos. Além disso, a suspensão dianteira é bem efetiva e não mostra preguiça, mesmo quando se aproxima de curvas lentas. Também não devemos esquecer que o hatch tem uma desenvoltura perfeita em velocidades de cruzeiro, o que o torna um excelente veículo. Neste sentido, fiquei surpreso com o isolamento do interior dos ruídos aerodinâmicos e de rolamento.

O motor turbodiesel EcoBlue funciona de acordo com a potência declarada e, juntamente com a transmissão automática, formam uma dupla interessante. O câmbio, que traz paddle-shifts atrás do volante, oferece diferentes ajustes, de acordo com o modo escolhido. No modo Sport, as trocas são mais rápidas, para que o motor sempre trabalhe a partir de regimes intermediários.

Claro, o fato de que ele tem 8 marchas implica em mais mudanças do que normalmente fazemos com uma caixa manual. No entanto, é só uma questão de se acostumar com isso. 

Já o motor EcoBoost, em comparação com o turbodiesel, depende mais de controle do motorista para girar acima dos 2.000 rpm, para obter a força desejada. Em movimento, não se nota que é um motor de 3 cilindros, pois não transmite nenhum tipo de vibração excessiva. Como grande aliado, o câmbio manual de 6 marchas trabalha com precisão, algo que apreciamos muito ao andar em áreas mais lentas e subir uma serra.

Mal posso esperar para provar o Ford Focus 2019 com mais tempo. Por enquanto, percebo que é um hatch médio que comete poucos erros e que pode agradar a todos os gostos e necessidades. Não duvido que dispute a liderança do mercado na Europa. Uma pena que, com a queda cada vez mais acentuada do segmento na América Latina, a chance de ser vendido no Brasil diminui a cada mês...

Fotos: Divulgação

Ford Focus Berlina Titanium 1.5 EcoBlue 120 CV Aut.

Motor 1.0, turbo, três cilindros em linha
Potência 125 cv a 6.000 rpm / 17,3 kgfm entre 1.400 e 4.500 rpm
Transmissão Manual de 6 marchas
0 a 100 km/h 10 segundos
Maximum speed 200 km/h
Consumo de combustível 20,8 km/l
Tipo de direção Dianteira
Peso 1.322 kg
Número de assentos 5
Volume do porta-malas 375 l

Gallery: Ford Focus 2019