À venda no mercado internacional desde 2014, o Porsche Macan deverá passar por um importante processo de transição nos próximos anos. Conforme explica a revista britânica Autocar, as versões tradicionais movidas a gasolina serão descontinuadas e uma nova geração totalmente elétrica será lançada no lugar. O próprio diretor de produto da empresa, Sebastian Staiger, adiantou a mudança.

"Hoje, nenhuma decisão final foi tomada, mas presumimos que 2024 será o ano", disse o executivo quando questionado sobre a data exata da transição. Ao que tudo indica, a versão 100% elétrica será apresentada em 2023 e conviverá com a geração atual a combustão por aproximadamente um ano. Depois disso, o modelo a gasolina terá produção encerrada e abrirá espaço no portfólio para o EV.

Galeria: Porsche Macan 2022

Não à toa, o Macan foi recentemente renovado e recebeu uma série de melhorias para manter-se atualizado diante dois rivais pelos próximos 3 anos. A Porsche mexeu no design (entradas de ar estão integradas em um único design, detalhes na cor da carroceria, rodas redesenhadas e nova assinatura em LED) e promoveu alguns ajustes mecânicos à exemplo dos motores mais potentes, aperfeiçoamentos na suspensão e câmbio PDK de série.

Por sua vez, o Macan elétrico será construído sobre a arquitetura Premium Platform Electric - base desenvolvida pela Porsche em conjunto com a Audi. Detalhes ainda são limitados, mas a própria marca já adiantou que o modelo terá o mesmo sistema de 800 volts do Taycan, que carrega 80% das baterias em 15 minutos. Além disso, terá produção concentrada em Leipzig, na Alemanha.

Porsche Macan S 2022
Porsche Macan S 2022
Porsche Macan S 2022

Ao lado do Cayenne, o Macan é considerado um dos mais importantes carros da Porsche em termos comerciais. Só no primeiro semestre deste ano, emplacou globalmente 43.618 unidades. Ficou atrás apenas do irmão maior, que vendeu 44.050 unidades no mesmo período.

Envie seu flagra! flagra@motor1.com