Com a falta de semicondutores, a Toyota tomou uma decisão para evitar que o Corolla ficasse sem uma central multimídia, como aconteceu com alguns modelos da Volkswagen. Desde 1º de setembro, todas as unidades produzidas em Indaiatuba (SP) vem sem o sistema Toyota Play e, em seu lugar, recebem uma nova multimídia instalada direto na concessionária, com tela de 10” sem botões, mas que perde a conexão com Android Auto e Apple CarPlay.

A nova multimídia é feita por uma empresa chamada Wings. É diferente da Toyota Play por usar uma tela de 10” ao invés de 8”, além de não contar com botões físicos. Traz praticamente todas as funções do sistema original da Toyota, exceto pela compatibilidade com Android Auto e Apple CarPlay. Por outro lado, utiliza um sistema Android nativo com a possibilidade de usar os aplicativos baixados via Google Play, então é possível usar todos os apps disponíveis para o smartphone e compartilhar a internet do celular para utilizar o Google Maps, Waze ou Spotify.

A Toyota do Brasil informa que apesar de todos os esforços que têm realizado ao longo do tempo para gerenciar a falta de insumos que afeta a cadeia de suprimentos global, provocada pela pandemia de Covid-19, desde o dia 1º de setembro os veículos Corolla sedã produzidos na unidade de Indaiatuba (SP) estão saindo de linha sem a central multimídia original.

Para evitar uma parada completa de produção e causar ainda mais desconforto aos clientes que precisariam esperar seus veículos por um longo tempo, a Toyota buscou um novo parceiro para fornecer este item, cuja instalação será feita na rede de concessionárias Toyota de todo o País.

Dessa forma, a Toyota assegura seu compromisso de seguir produzindo carros cada vez melhores, além de garantir sua operação e a de sua cadeia funcionando neste momento atípico e de grandes dificuldades que o mundo enfrenta.

Ou seja, o problema é o mesmo que em toda a indústria: faltam semicondutores para continuar a produção normal do veículo. Esta escassez está afetando um dos fornecedores da Toyota, que faz as multimídias do Corolla e Corolla Cross, então fabricante escolheu priorizar o seu veículo mais atual. E por quê não o Yaris? O hatch e o sedã de entrada da marca utilizam um sistema diferente, feito por outra empresa, então não há necessidade de fazer uma alteração.

Toyota Corolla 2020 - Multimídia
Principal característica da nova tela será a ausência de botões

A Toyota explica que é uma solução temporária, tomada para que o cliente não receba o carro sem uma multimídia ou que tenha que ficar esperando a disponibilidade da Toyota Play original para receber o veículo. Tanto é que o item não é cobrado à parte, mesmo que a instalação seja feita como se fosse um acessório original na concessionária. Assim que a situação se normalizar, o Toyota Corolla voltará a ter a central multimídia original de fábrica.

Envie seu flagra! flagra@motor1.com