Porsche contrariou o mercado e teve crescimento acima dos 30%; veja rankings

Em mais um ano ruim para o mercado de importados, as vendas de veículos novos recuaram fortemente no Brasil em 2020. De acordo com a Abeifa, entidade que representa 15 marcas no país, foram emplacadas apenas 27.421 unidades no ano passado, 20,7% a menos do que em 2019. Pela 1ª vez, a produção nacional das afiliadas, de 31.646 unidades, foi superior aos registros dos importados.

“Foi um ano extremamente difícil para o setor automobilístico brasileiro, que vislumbrava a retomada no início de 2020. Mas, como em todas as demais atividades econômicas, o impacto da pandemia de Covid-19 a partir da segunda quinzena de março foi devastador. Aliado a essa nova realidade, nosso setor ainda sentiu as consequências nefastas da desvalorização cambial”, afirmou João Henrique Oliveira, presidente da entidade.

A expectativa para 2021 é de aproximadamente 68 mil emplacamentos, entre importados e produção nacional, o que representaria um crescimento de 15% sobre os números do último ano. “Em princípio, nossa primeira projeção pode parecer otimista demais, diante das estimativas já anunciadas pela indústria e pelo setor de distribuição, também na casa de 15%. Em nosso caso, porém, o porcentual de crescimento se justifica por conta da demanda reprimida de 2020, ano em que o dólar flutuou, na média, em patamares superiores a R$ 5,00”, afirmou o executivo.

Com 7.702 emplacamentos, a Volvo encerrou o ano como líder entre marcas de produção importada pela 1ª vez na história. Tradicional 1ª colocada nos últimos anos, a Kia (5.981) amargou queda de quase 36%. Com 3.599 unidades, a BMW completou o pódio. Além da marca sueca, a Porsche (2.449) foi o outro destaque de 2020, sendo a única do top 10 a crescer no período (+32,5%).

Porsche 911 Cabriolet 2020 (Avaliação BR)

Entre os modelos, a Volvo emplacou os 2 primeiros colocados, com XC60 (2.951) à frente do XC40 (2.869) – a marca ainda teve o XC90 (885) e o S60 (792) entre os 10 primeiros. Líder nos últimos anos, o Kia Sportage (1.625) perdeu mais de 60% dos compradores e caiu para a 4ª posição. Destaques também para o Suzuki Jimny Sierra (787) e para o Porsche 911 (755), que jamais havia vendido tanto em um único ano.

 

EM DEZEMBRO

No último mês do ano, as vendas de importados caíram 28,32% na comparação com 2019. Das 2.422 unidades, 924 emplacamentos (38,15%) foram da Volvo, líder entre as marcas de produção importada pelo 8º mês seguido. Rival mais próxima, a Kia (455) emplacou menos da metade. No top 10, apenas a Lamborghini (5) teve resultado melhor do que há um ano. Destaque nos últimos meses, a Porsche (54) registrou a maior retração (-71,88%).

BMW X5 2019

Entre os modelos, a Volvo emplacou novamente os 2 primeiros colocados, desta vez com o XC60 (329) à frente do XC40 (325). Em alta de quase 50%, o Kia Cerato (154) repetiu o 3º lugar de novembro, mas sob ameaça concreta do Volvo S60 (150). O destaque do mês, no entanto, foi o BMW X5 (134), que havia emplacado apenas 3 unidades há um ano.

 

EM 2020
 

POS. 

MODELO 

2020 

2019 

1º 

VOLVO XC60 

2.951 

3.442 

-14,26% 

2º 

VOLVO XC40 

2.869 

2.429 

18,11% 

3º 

KIA BONGO 

2.460 

2.431 

1,19% 

4º 

KIA SPORTAGE 

1.625 

4.082 

-60,19% 

5º 

KIA CERATO 

1.247 

1.848 

-32,52% 

6º 

LAND ROVER EVOQUE 

994 

669 

48,58% 

7º 

VOLVO XC90 

885 

1.068 

-17,13% 

8º 

VOLVO S60 

792 

373 

112,33% 

9º 

SUZUKI JIMNY SIERRA 

787 

117 

572,65% 

10º 

PORSCHE 911 

755 

247 

205,67% 

 

POS. 

MARCA 

2020 

2019 

1º 

VOLVO 

7.702 

7.912 

-2,65% 

2º 

KIA 

5.981 

9.271 

-35,49% 

3º 

BMW 

3.599 

4.834 

-25,55% 

4º 

LAND ROVER 

2.964 

3.087 

-3,98% 

5º 

PORSCHE 

2.449 

1.849 

32,45% 

6º 

SUZUKI 

1.517 

1.737 

-12,67% 

7º 

MINI 

1.298 

1.628 

-20,27% 

8º 

JAGUAR 

1.018 

1.807 

-43,66% 

9º 

JAC 

803 

2.043 

-60,70% 

10º 

FERRARI 

30 

31 

-3,23% 

Produção local

POS. 

MARCA 

2020 

2019 

1º 

CAOA CHERY 

20.080 

20.050 

0,15% 

2º 

BMW 

8.818 

8.300 

6,24% 

3º 

LAND ROVER 

1.655 

2.785 

-40,57% 

4º 

SUZUKI 

1.093 

1.955 

-44,09% 

 
 
EM DEZEMBRO
 

POS. 

MODELO 

DEZ. 20 

DEZ. 19 

1º 

VOLVO XC60 

329 

413 

-20,34% 

2º 

VOLVO XC40 

325 

287 

13,24% 

3º 

KIA CERATO 

154 

104 

48,08% 

4º 

VOLVO S60 

150 

144 

4,17% 

5º 

BMW X5 

134 

4366,67% 

6º 

KIA SPORTAGE 

120 

280 

-57,14% 

7º 

KIA BONGO 

116 

222 

-47,75% 

8º 

VOLVO XC90 

104 

107 

-2,80% 

9º 

SUZUKI VITARA 

73 

94 

-22,34% 

10º 

BMW X3 

70 

77 

-9,09% 

POS. 

MARCA 

DEZ. 20 

DEZ. 19 

1º 

VOLVO 

924 

979 

-5,62% 

2º 

KIA 

455 

676 

-32,69% 

3º 

BMW 

420 

490 

-14,29% 

4º 

SUZUKI 

149 

202 

-26,24% 

5º 

MINI 

140 

169 

-17,16% 

6º 

LAND ROVER 

133 

368 

-63,86% 

7º 

JAC 

100 

163 

-38,65% 

8º 

PORSCHE 

54 

192 

-71,88% 

9º 

JAGUAR 

37 

129 

-71,32% 

10º 

LAMBORGHINI 

400,00% 

Produção local

POS. 

MARCA 

DEZ. 20 

DEZ. 19 

1º 

CAOA CHERY 

3.175 

2.190 

44,98% 

2º 

BMW 

1.054 

993 

6,14% 

3º 

LAND ROVER 

139 

273 

-49,08% 

4º 

SUZUKI 

72 

128 

-43,75% 

 

Fonte: Abeifa

Ouça nosso podcast:

 

Galeria: Volvo XC60 2018

Foto de: Volvo
Envie seu flagra! flagra@motor1.com