SUV médio ganhará novo visual a partir do ano que vem, com direito uma variante de estilo esportivo

Com lançamento adiado por causa da pandemia, o Chevrolet Equinox reestilizado só chegará às lojas nos Estados Unidos no ano que vem. E uma das novidades será a versão RS, com um pacote visual que deixará o crossover com uma cara mais esportiva, da mesma forma que o Onix RS, recém-lançado no Brasil. Sua chegada já foi confirmada pela empresa e havia sido antecipada no início deste ano, quando a renovação visual do SUV foi revelada.

Dentro da Chevrolet, a sigla RS é usada para os modelos esportivados, ou seja, aqueles somente com o visual de carro esportivo, sem mexer na mecânica – preparação só nas variantes SS. Isso faz com que o Chevrolet Equinox RS siga uma fórmula conhecida: rodas de 19”; acabamento em preto brilhante na grade, logos e rack; e couro preto com costuras vermelhas no interior.

Galeria: Chevrolet Equinox RS 2021

Este pacote de design é aplicado na versão reestilizada do Equinox, apresentada em março nos EUA. Traz linhas inspiradas no novo Blazer, mantendo a grade dianteira, só que com uma divisão que vai até os faróis e os divide, criando um esquema de faróis duplos, com a parte superior para a iluminação diurna e a de baixo para as luzes principais. O para-choque acompanha e usa luzes de neblina mais finas, posicionadas na vertical e com um novo acabamento no entorno.

O posicionamento exato desta versão ainda não está claro, já que a versão RS varia muito dependendo do carro. O nosso Onix RS fica entre as variantes LTZ e Premier; o Malibu RS vendido nos EUA fica no meio da gama; e o Trailblazer RS norte-americano é a opção mais cara, como foi com o finado Cruze Sport6 RS. Um indicativo pode ser o Equinox RS já vendido na China, que é a versão topo de linha.

Caso seja igual ao modelo chinês, o Equinox RS ocidental terá todos os equipamentos possíveis. A reestlização traz novos equipamentos, como câmera 360°, controle de cruzeiro adaptativo, monitor de ponto cego, assistente de permanência em faixa, assistente de estacionamento automático e mais equipamentos de segurança.

Outro ponto não definido ainda é a motorização a ser utilizada. O Equinox tem um 1.5 turbo de 172 cv com câmbio automático de 6 marchas; e um 2.0 turbo de 262 cv e transmissão de 9 velocidades. Porém, a versão reestilizada deve adotar um novo 2.0 turbinado, este com 240 cv, só que bem mais econômico. Se o RS for a versão mais cara, aposte nesta última opção sob o capô.