Proporções e até o formato da carroceria lembram muito o do rival da Jeep; briga começa em breve

Após a apresentação do Volkswagen Taos 2021 na Argentina, a marca já não se preocupa mais em esconder a identidade das unidades de teste nem mesmo com adesivos. Pelo contrário, como o SUV não vai substituir nenhum modelo da linha atual, a VW quer mais é mostrar que está pronta para comer uma fatia do bolo do Jeep Compass.

E foi com um exemplar desses "limpinhos" que nossa reportagem se deparou na Via Anchieta, nas proximidades da fábrica da VW, em São Bernardo do Campo (SP). Na verdade, nós já havíamos recebido fotos deste mesmo carro feitas por um leitor, mas nada como encontrar você mesmo o bicho para descrevê-lo melhor.

Galeria: Flagra: VW Taos Comfortline 2021

Da primeira vez que vi o Taos, ele ainda era chamado de "projeto Tarek" e estava com a carroceria completamente coberta. Desde aquela ocasião eu achei o SUV médio apenas um pouco maior que o T-Cross, enquanto eu esperava algo mais próximo do Tiguan. Agora com ele de carroceria exposta, minha primeira impressão se confirmou. O Taos está para o T-Cross assim como o Compass está para o Renegade.

Aliás, podemos dizer que o Taos é o Compass da VW. As linhas básicas da carroceria, o porte, a linha de cintura ascendente, a janela espia com um corte para cima, o espaço que ele aparenta ter... tudo foi pensado para atacar a liderança do modelo da Jeep entre os SUVs médios. 

VW Taos 2022 (fotos ao vivo na Argentina)
Jeep Compass 2022 (China)

A VW da Argentina, responsável pela produção do Taos, ainda não revelou nada sobre suas dimensões. Mas, tomando como base o irmão de projeto Tarek, vendido na China. o SUV do Mercosul deve ter medidas próximas: 4,45 metros de comprimento, 1,84 m de largura, 1,63 m de altura e 2,68 m de entre-eixos, com porta-malas de 445 litros. Um pouco menor, o Compass tem 4,41 metros de comprimento, 1,81 m de largura, 1,63 m de altura e 2,63 m de entre-eixos, com porta-malas de 410 litros. São diferenças que, no "olhômetro", passam praticamente batidas. 

O design sem grandes ousadias é outro elemento de ligação entre os rivais. O Taos tem proporções bem definidas entre seus volumes e linhas quadradas com cantos arredondados, assim como o Compass. Os faróis de LED são retangulares e as lanternas são duplas, com uma parte que adentra a tampa do porta-malas. O que define a personalidade deles é a grade, que no Compass tem as tradicionais sete fendas da Jeep e no Taos traz o desenho dos VW atuais que "incorpora" os faróis.

Na versão topo de linha Highline, o VW terá filetes da grade com LEDs, enquanto nesta Comfortline das fotos os filetes são cromados. Em ambas, chama a atenção o acabamento em "X" na cor preta no para-choque dianteiro. As rodas serão de 17" ou 18", também como no Jeep. 

Volkswagen Taos 2022 (Brasil)
Jeep Compass 2022 (China)

Na parte interna, o Taos não fugirá muito do que vemos no T-Cross, inclusive nos itens de tecnologia, incluindo o cluster digital de 10,2" e a multimídia de 10" VW Play. O volante será o mesmo que estreou no Nivus, enquanto a manopla de câmbio será igual à do T-Cross, que acende no topo com a indicação das posições. Já o freio de estacionamento será eletrônico, como no Tiguan. O acabamento vai se diferenciar por uma faixa de couro que atravessa o painel e as laterais de porta. Os ocupantes do banco traseiro terão saídas de ar dedicadas. 

Vale lembrar que o Taos vai enfrentar o Compass atual por muito pouco tempo, pois a versão reestilizada do Jeep está prevista também para o primeiro semestre do ano que vem, e virá com muitas modificações internas. Entre elas, estarão um novo volante de três raios, um novo desenho para o console central e uma central multimídia inédita, agora em posição "flutuante", no alto do painel. 

Para acompanhar, o renovado Compass brasileiro enfim vai receber o motor 1.3 turboflex com injeção direta, que deverá render cerca de 180 cv com etanol e virá acoplado a uma nova transmissão CVT. Pelo lado da VW, o Taos virá equipado exclusivamente com o mesmo conjunto mecânico do T-Cross Highline, ou seja, o motor 1.4 TSI com 150 cv e o câmbio Tiptronic de 6 marchas. O Jeep seguirá com a exclusividade da tração 4x4 e do motor a diesel, que, segundo conversas de bastidores, vai ganhar mais potência que os atuais 170 cv, mantendo o câmbio AT de 9 marchas.    

Jeep Compass 2022 (China)
VW Taos 2022 (fotos ao vivo na Argentina)

No design, o Compass vai trazer uma ligeira mudança na frente, com faróis mais estreitos, alongados e com iluminação full-LED, enquanto a traseira promete ter lanternas diferentes da versão chinesa já mostrada, que manteve as peças do atual. Pelo que vimos em protótipos em testes no Brasil, as lanternas manterão o formato, mas terão novo arranjo de luzes. 

Além do Taos, o Compass reestilizado também terá a concorrência de outro forte (e inédito) oponente: o Toyota Corolla Cross, mais um que deve chegar entre março e abril. Mas isso já é assunto para outra reportagem... 

Envie seu flagra! flagra@motor1.com