Daimler e Geely anunciaram uma parceria para o desenvolvimento de sistema híbridos

A Daimler e a Geely, empresas detentoras da Mercedes-Benz e Volvo, anunciaram uma parceria para o desenvolvimento de conjuntos propulsores extremamente eficientes para uma próxima geração de veículos híbridos.

De acordo com o comunicado, os dois fabricantes irão "trabalhar juntos em um conjunto propulsor com soluções para ampliar a competitividade global e uma verdadeira economia em escala". A colaboração entre as duas irá potencialmente incluir engenharia, pesquisas, industrialização e medições de eficiência. Além disso, a parceria entre Daimler e Geely deve acelerar um processo em comum: a transição ao modelo de emissões zero.

Além disso, as áreas de pesquisa e desenvolvimento das duas empresas serão utilizadas para a criação de novos motores a gasolina que serão utilizados em modelos híbridos. O powertrain serão produzidos em fábricas na Europa e China e serão utilizados por novos modelos Volvo e Mercedes-Benz no futuro.

Este processo está alinhado com a meta da Daimler de neutralizar o CO² até 2039, com o alvo de converter o portfólio da Mercedes atém 2030. Ao mesmo tempo, a fabricante alemã quer que metade das vendas de seus modelos de automóveis seja híbrida ou puramente elétrica.

Volvo XC90 Blindado
mercedes-benz-eqc-400---brasil

"Estamos olhando para o futuro, quando juntos com a Volvo e a Geely, aumentaremos nossa sinergia em busca de um powertrain extremamente eficiente na China e no mundo. Na Mercedes-benz, uma nova unidade irá acelerar o processo e melhorar a eficiência de custos, disse Markus Schäfer, membro do board administrativo da Daimler AG e Mercedes-Benz AG.

Não é segredo para ninguém que a Geely e a Daimler estão trabalhando juntas, especificamente na próxima geração de carros inteligentes. Mesmo assim, o chairman da Geely, Li Shufu, reportou em maio que estava interessado em se aproximar ainda mais com a empresa alemã, com diversos rumores de uma colaboração entre as duas no desenvolvimento de novos motores a combustão. Este anuncio confirma os tais rumores anteriores.

Envie seu flagra! flagra@motor1.com