Produzida no México, aproveitará acordo entre países

Com o mercado de picapes aquecido, principalmente quando falamos em versões mais caras das médias como a S10 High Country e Ford Ranger Limited, podemos ver novidades de peso em breve. Enquanto a RAM prepara o terreno para a 1500 em nosso mercado e a Ford prepara a F-150, a Chevrolet irá entrar na briga com a Silverado em 2021.

Em entrevista para a mídia argentina, o vice-presidente de operações da Chevrolet América Latina, Ernesto Ortìz, confirmou que a Silverado volta ao mercado Mercosul em 2021, sendo primeiro na Argentina e em seguida ao Brasil - segundo a página GM Trucks Brasil (não oficial, mas criada por fãs) e publicado pelo BF///MS, a data exata seria outubro de 2021. 

A Silverado é vendida em mercados com menores volumes na região, como Chile e Paraguai, mas o plano da marca é chegar com a picape grande nos dois maiores mercados. Ainda não se fala sobre motorizações ou versões, mas a especulação é que seja a 1500 com o motor 3.0, seis cilindros em linha, turbodiesel com 280 cv e 63,5 kgfm de torque câmbio automático de 10 marchas. 

Chevrolet Silverado 2019

A Chevrolet Silverado tem outro fator que facilita sua venda no Brasil. Produzida no México, aproveita o acordo entre os países para não pagar taxas de importação e ter um preço mais competitivo neste segmento que parece estar voltando com força ao país. Com o fim da importação do Tracker, que se tornou nacional (produzido em São Caetano do Sul), permite a Silverado entrar "no lugar" e chegar junto com o Equinox.

Galeria: Chevrolet Silverado 2019