Condição ainda oferece três anos de manutenção grátis

Depois da BMW criar condições especiais para os clientes, no caso para o sedã Série 3, agora foi a vez de outra empresa do grupo iniciar uma promoção. A Mini está oferecendo toda a linha com taxa 0% ao mês e três anos de manutenção grátis. Ou o cliente pode escolher ter as três primeiras parcelas pagas pela fabricante inglesa, também com três anos de manutenção gratuita inclusa no pacote. As condições são válidas até o final do mês de junho.

Para ajudar seus clientes a escolherem o plano que faz mais sentido, a Mini resolveu apostar em duas ofertas diferentes. A primeira é o financiamento convencional, com 60% de entrada e o restante em 12 ou 14 prestações, dependendo do modelo escolhido, com taxa 0%. É uma oferta normalmente praticada por outras empresas.

Galeria: Mini Cooper 2019

Já a segunda opção é o famoso financiamento balão. O cliente paga 49% do valor do carro na entrada e o resto em 24 vezes, pagando mais 50% do valor do veículo na parcela final. Neste caso, a Mini irá quitar as três primeiras parcelas, fazendo com que o cliente só faça o primeiro pagamento após 120 dias.

Fizemos uma simulação no site da Mini como exemplo. O Cooper Exclusive de três portas, modelo mais barato da fabricante inglesa, pode ser comprado com entrada de R$ 73.495,10, mais 24 vezes de R$ 712,29 e uma parcela final de R$ 74.995. O preço do carro à vista é de R$ 149.990. O plano tem que ser feito pelo programa MINI 4U do serviço financeiro da marca. Da mesma forma, o John Cooper Works de três portas, normalmente vendido por R$ 229.990 à vista, pode ser comprado com R$ 112.695,10 de entrada, 24 parcelas de R$ 1.065,02 e a parcela final de R$ 114.995.

Em ambas as promoções, a Mini oferece três anos de manutenção gratuita pelo plano Mini Service Inclusive. Ele funciona por um sistema de monitoramento das peças e lubrificantes, avisando o proprietário quando é necessário fazer uma manutenção. Ao contrário do que normalmente é feito, não há revisões programadas pela marca, exigindo que o carro vá para a concessionária somente quando houver um desgaste real nas peças e/ou fluidos.

Fotos: Motor1.com