Unidades de São José dos Pinhais (PR) e Araquari (SC) voltaram aos trabalhos nesta segunda-feira (4)

Renault e BMW são as primeiras a retomar a produção de automóveis no Brasil após a paralisação gerada pelo novo coronavírus. Tanto a unidade de São José dos Pinhais (PR) da marca francesa quanto a planta de Araquari (SC) da empresa alemã voltaram às atividades nesta segunda-feira (4), ambas com uma série de medidas para prevenir a contaminação. 

Em nota, a BMW anunciou que a produção na planta de Santa Catarina foi retomada com diversas medidas de proteção aos colaboradores. Entre elas, estão o reforço na higiene e no distanciamento entre os colaboradores, bem como a distribuição de kits de máscaras e um rearranjo dos refeitórios.

Fora isso, o transporte dos funcionários será feito por ônibus exclusivos de uso da BMW, com lugares demarcados e higienização constante. Já os colaboradores dos grupos de risco seguem afastados.

BMW Série 3 5 Years Edition

A Renault, por sua vez, não detalhou quais foram os procedimentos tomados, mas garantiu que "foi adotado um rígido protocolo de segurança com medidas de prevenção aos trabalhadores". As medidas incluem adaptação dos postos de trabalho na produção e nos refeitórios. Por enquanto, os colaboradores da parte administrativa seguem trabalhando de casa.

Além de Renault e BMW, a Volkswagen já anunciou que pretende retomar a produção em suas unidades também em maio, mas, por enquanto, o CEO da empresa para América Latina, Pablo Di Si, preferiu não especificar uma data exata para o retorno. 

Em abril, primeiro mês completo de quarentena no Brasil, as vendas de automóveis caíram cerca de 77% na comparação com o mesmo período do ano passado.  

Fotos: divulgação