Modelo é 19 kg mais leve e teve ajustes na aerodinâmica para ficar mais ágil e dinâmico nas curvas

No ano passado, Stephan Winkelmann, o chefão da Bugatti, prometeu que a fabricante francesa iria revelar duas novas versões do Chiron em 2020. Uma delas já está entre nós, chamada Chiron Pur Sport, que tem ênfase na aerodinâmica, redução de peso e distribuição de potência, para que ele seja ainda mais ágil. Missão interessante para um carro que passa dos 490 km/h (440 km/h na versão de rua).

Emprega o mesmo motor 8.0 W16 quadriturbo, mas recebeu uma nova calibração para a transmissão automatizada de dupla embreagem e 7 marchas. Enquanto a potência continua a ser de 1.500 cv, o corte de giro está 200 rpm mais alto do que no Chiron, alcançando os 6.900 rpm. Além disso, a relação de marchas foi encurtada em 15% para melhorar a entrega de potência e e a resposta do motor, o que resulta em uma elasticidade 40% melhor.

Galeria: Bugatti Chiron Pur Sport 2020

Tudo isso está debaixo da carroceria levemente revisada, com uma nova frente otimizada para melhorar a aerodinâmica, com entradas de ar maiores e grade alargada. Na traseira, o Chiron Pur Sport tem um spoiler de 1,9 metro, que gera "uma quantidade enorme de downforce". O design renovado é complementado pelo sistema de escape feito em titânio por impressora 3D, extremamente leve e resistente a temperaturas altas.

“Nós focamos na agilidade do Chiron Pur Sport", explica Frank Heyl, chefe de design externo da Bugatti. "O veículo gera mais downforce no eixo traseiro, enquanto o splitter dianteiro, as entradas de ar e a passagem pelas caixas de rodas foram otimizados, junto com a altura reduzida do veículo, para melhorar o equilíbrio na frente.”

O Chiron Pur Sport tem novas rodas desenvolvidas para melhorar a ventilação dos freios e a aerodinâmica. Chamadas "Aero", elas usam pneus especiais criados pela Michelin. São modelos "Bugatti sport Cup 2 R", que medem 285/30 R20 na frente e 355/25 R21 na traseira.

O bólido ainda teve ajustes no chassi. A nova suspensão traz molas 65% mais firmes na frente e 33% na traseira, somando um controle adaptativo dos amortecedores para ajudar na performance. Graças ao uso de titânio nos freios e as rodas 16 kg mais leves, o Chiron Pur Sport está 19 kg mais leve do que a versão normal.

Bugatti Chiron Pur Sport (2020)
Bugatti Chiron Pur Sport (2020)

“Falamos com clientes e percebemos que eles querem um veículo que é ajustado para ser ainda mais ágil e dinâmico nas curvas", explica Stephan Winkelmann, o chefe da Bugatti. "Um hiperesportivo que busca por estradas sinuosas com o máximo de curvas possíveis." E é claro que isso irá custar bastante. A Bugatti irá produzir só 16 unidades do Chiron Pur Sport, cada uma custando 3,2 milhões de euros (cerca de R$ 16 milhões). A fabricação começará no 2º semestre de 2020.