Hatch médio adota as mesmas tecnologias e motores do modelo da Volkswagen

A Seat, marca espanhola do Grupo Volkswagen, teve o seu melhor resultado na história em 2019 e o modelo mais vendido foi o Leon, sua versão do Golf. E como o hatch médio da VW mudou, chegou a hora do Leon também ser renovado. O modelo estreia de olho no mercado europeu como uma alternativa ao Golf com um design mais descolado e preços mais acessíveis.

Um dos destaques do novo Seat Leon está no visual. Ele acompanha a identidade de design da empresa, usando alguns elementos do crossover Tarraco, como o formato dos faróis e da grade. Isso é o suficiente para que pareça ser um carro bem distinto do Golf. Mas na verdade é bem semelhante, pois compartilha muitas tecnologias, inclusive as motorizações híbridas.

Galeria: Seat Leon 2020

Ao contrário do novo Golf, o Seat Leon 2020 cresceu bem mais em tamanho. Agora mede 4,36 metros de comprimento, 86 milímetros mais do que a geração anterior. O entre-eixos também aumentou, alcançando 2,68 m (50 milímetros mais), o que melhorou o espaço interno, embora não mexa no porta-malas, que continua com 380 litros. Manteve também a variante perua, que recebe o sobrenome Sportstourer (antes era chamada de ST), com 4,64 m de comprimento.

Naturalmente, o que chama mais atenção no carro é a nova identidade de design, que lembra o crossover Tarraco, mas com uma interpretação própria. Na frente, os novos faróis usam uma tecnologia LED com 22 diodos em cada unidade, enquanto a grade hexagonal está mais larga e em uma posição mais baixa. A parte que mais mudou foi a traseira, onde o Leon ganhou uma linha fina em LED que une as duas lanternas - estas com um desenho interno triangular.

Nuevo SEAT León 2020, las fotos oficiales

Do lado de dentro, o Leon retirou quase todos os botões do console para utilizar a tela da central multimídia, com 8" ou 10" dependendo da versão. Uma solução interessante é uma linha fina em LED no painel e nas portas, que serve como alerta do sensor de ponto cego. Ainda passa a ter conexão 4G para serviços online como atualização dos aplicativos da multimídia. Também conta com o controle por voz do Golf e, é claro, compatibilidade com Apple CarPlay e Android Auto. Assim como no Golf, ganhou um painel de instrumentos digital de 12,3", mas com layout próprio da Seat.

Nuevo SEAT León 2020, las fotos oficiales

Por fim, o Leon terá uma série de auxílios de condução, como controle de cruzeiro adaptativo que pode alterar a velocidade do carro de acordo com o limite da via, usando GPS para obter as informações. Este sistema, em conjunto com o assistente de permanência em faixa, permite que o hatch ande sozinho a velocidades de até 210 km/h, podendo até fazer ultrapassagens ao dar seta. Porém, o motorista deve manter as mãos no volante.

Nuevo SEAT León 2020, las fotos oficiales

A Seat irá oferecer o Leon coma uma gama bem ampla de opções de motores, abastecidos com gasolina, diesel ou gás natural, usando unidades a combustão convencionais, híbridas-leve ou híbridas plug-in. Ainda terá transmissão manual de 5 ou 6 marchas, dependendo do motor, além da DSG de 7 posições.

Começará com o 1.0 TSI, nas versões de 90 cv e 110 cv, passando para o 1.5 TSI de 130 cv e 150 cv. No topo da linha estará o 2.0 TSI de 190 cv. Manterá uma opção diesel com o novo 2.0 TDI de 115 cv ou 150 cv, e que na perua Leon Sportstourer ainda pode receber tração integral. A versão com gás natural utiliza o 1.5 turbo de 130 cv.

Ficará devendo apenas uma variante elétrica, pois este tipo de motorização será usada em outro carro, o futuro Seat el-Born. Não é uma surpresa, já que a Volkswagen fez o mesmo, tirando de linha o e-Golf para dar espaço ao ID.3.

Nuevo SEAT León 2020, las fotos oficiales

É a primeira vez que o Leon recebe motorizações eletrificadas. Os modelos com o sistema híbrido-leve de 48V utilizarão o nome eTSI (assim como no Golf), com um gerador pequeno que ajuda nas acelerações e, combinado ao motor 1.5 TSI com tecnologia de desativação de cilindros, promete melhorar ainda mais o rendimento do veículo. O eTSI estará disponível para os motores 1.0 TSI de 110 cv e 1.5 TSI de 150 cv.

Já a versão híbrida plug-in utiliza o 1.4 TSI de 150 cv e uma unidade elétrica, entregando um total de 204 cv de potência. A autonomia usando o modo elétrico é de 60 km, trabalhando sempre com a transmissão DSG de 6 marchas.