Hatch será vendido em duas versões, sempre com motor 1.6 de 130 cv e câmbio automático de 6 marchas

Kia Rio já foi anunciado algumas vezes, mas parece que finalmente será vendido no Brasil. O Grupo Gandini, importador oficial da marca coreana no nosso mercado, confirma o lançamento do hatchback para a 2ª quinzena de janeiro de 2020. Ainda sem preço confirmado, sabemos que virá em duas versões, ambas equipadas com o motor 1.6 flex aspirado de 130 cv e transmissão automática de 6 marchas – o mesmo conjunto do Hyundai HB20 nacional.

Galeria: Kia Rio 2018

Apesar do dólar alto e do carro vir do México, o Grupo Gandini tem grandes esperanças com o Kia Rio. "O Kia Rio terá uma posição de destaque, por seu design exterior, qualidade superior de acabamento e itens de conectividade ao público que se destina", afirma José Luiz Gandini, presidente da Kia Motors no país, "por ser um dos modelos mais vendidos da Kia no mundo, temos convicção que o Rio também cairá no gosto do jovem consumidor brasileiro."

Sem dar muitos detalhes, o executivo revela apenas que o hatch terá o motor 1.6 16V flex aspirado do Hyundai HB20 2020, entregando 130 cv a 6.000 rpm e 16,5 kgfm de torque a partir de 4.500 rpm, sempre com a transmissão automática de 6 marchas. Terá duas versões: LX e EX, diferenciando-se pela lista de equipamentos. O único item confirmado pela fabricante é a central multimídia com tela de 7” e com compatibilidade com Android Auto e Apple CarPlay.

Kia Rio 2018
Kia Rio 2017

Se levar em conta a lista de equipamentos oferecida no México, ele terá seis airbags (frontais, laterais e de cortina), assistente de partida em rampas, controle de estabilidade e tração, ar-condicionado, computador de bordo, assentos com ajuste de altura, vidros elétricos nas quatro portas, câmera de ré e central multimídia de 7”. A versão EX adiciona faróis com projetor, luzes diurnas em LED, volante com ajuste de altura e profundidade, sensor de estacionamento traseiro, apoio de braços central, partida por botão, painel de instrumentos com tela de 3,5” e controle de cruzeiro. Ainda tem um pacote opcional com faróis de neblina em LED, pedais com acabamento metálico, acabamento premium para volante e alavanca do câmbio e ar-condicionado digital.

Preços ainda não foram divulgados. A expectativa é tenha um valor compatível com as demais ofertas do segmento, próximo de R$ 70 mil. Afinal, se vier muito acima disso, não terá como competir com Chevrolet Onix, Volkswagen Polo, Toyota Yaris e até com o Hyundai HB20, já que muitos deles oferecem motores turbo nesta faixa de preço.