V6 2.9 biturbo substitui o 3.6 turbo com 40 cv a mais

Sua apresentação completa deve acontecer durante o Salão de Frankfurt, mas a Porsche já adiantou detalhes do novo Macan Turbo, a mais potente até então desta reestilização. Além do que já conhecemos em julho do ano passado, como a nova traseira e interior com a nova central multimídia da marca, de 10,9" o Macan Turbo traz boas novidades na parte mecânica. 

Galeria: Porsche Macan Turbo 2020

O SUV compacto aposenta o motor V6 3.6 turbo (400 cv e 56 kgfm de torque) e adota um motor já conhecido do Panamera e Cayenne, o V6 2.9 biturbo de 440 cv e 56,1 kgfm de torque. É um motor mais moderno, com soluções como os turbos instalados entre as bancadas de cilindros e variadores nos comandos de admissão e escape, entre outras tecnologias aplicadas. Segundo a Porsche, o 0 a 100 km/h é de 4,3 segundos com o pacote Sport Chrono Package e chega aos 270 km/h.

A transmissão é a PDK de dupla embreagem e sete marchas com um sistema de gerenciamento para tração integral, além do opcional de suspensão adaptativa a ar. Os freios recebem de série o pacote de tungstênio da Porsche, identificado pelas pinças brancas dentro das rodas de 20", além de um visual mais esportivo na dianteira e destacado pelo aerofólio na tampa traseira.