SUV ainda tem pintura Gulf e suspensão rebaixada

A Gulf é uma marca que traz boas lembranças aos fãs do automobilismo, principalmente pela pintura azul bebê e laranja usada no final da década de 1960. Foi usada em carros como Porsche 917, Ford GT, McLaren M20 Can-Am e, mais recentemente, no McLaren F1 GTR Longtail. Agora é a vez de um SUV trazer as cores, com o Jeep Grand Cherokee Trackhawk.

Galeria: Jeep Grand Cherokee Trackhawk GULF 40

O acabamento em dois tons foi adotado por alguns carros de rua, como Porsche 911, McLaren 675LT e Porsche Macan. A preparadora alemã GeigerCars quis fazer algo diferente, mexendo no Jeep Grand Cherokee Trackhawk, um dos SUVs mais potentes do mundo. O utilitário de alta performance ainda ganhou rodas de 22 polegadas pintadas de preto e suspensão rebaixada para reduzir a altura em 25 milímetros.

A GeigerCars não mexeu apenas no visual. O motor 6.2 V8 recebeu um supercharged (compressor mecânico) feito sob medida para aumentar a pressão do boost, além de um novo filtro de ar, pistões forjados e mais. O resultado é que a potência passou de 717 cv para 900 cv, enquanto o torque foi elevado de 89,2 kgfm para 102,2 kgfm!

Como resultado, o Trackhawk será capaz de alcançar os 312 km/h, o que fará com que seja mais rápido do que Lamborghini Urus e Bentley Bentayga Speed. A versão única, descrita como "praticamente nova" será vendida na Europa por 129 mil euros, o equivalente a R$ 562,8 mil.

Fonte: GeigerCars