Por outro lado, topo de linha R8 ainda tem futuro incerto

Os fãs mais conservadores da Audi certamente irão odiar essa notícia, mas a própria marca acaba de confirmar: o esportivo TT como conhecemos atualmente será descontinuado e substituído nos próximos anos por um modelo elétrico. Na reunião geral realizada anualmente pela empresa, Bram Schot, presidente do conselho de administração, disse que o novo veículo terá aproximadamente a mesma faixa de preço TT e apostará no visual emotivo como grande chamariz. Detalhes sobre o projeto ainda são desconhecido, mas tudo indica que o desenvolvimento já está sendo tocado e deverá ser finalizado por volta de 2022 (data em que o atual TT sairá de linha).

Galeria: Novo Audi TT e TTS

Assim como o TT hoje é produzido sobre a plataforma MQB (compartilhada com vários outros veículos do grupo Volkswagen), o novo modelo também terá uma arquitetura comum: a base MEB, especialmente desenvolvida para carros elétricos. É a mesma usada pelo Volkswagen ID.3, que chegará ao mercado no final do ano com ambiciosas pretensões comerciais. Demais informações ainda são desconhecidas, mas a expectativa é que a Audi não fuja da proposta de oferecer um modelo de pegada esportiva, alto índice de tecnologia embarcada e visual diferenciado diante do restante da gama - características que acompanham o TT desde o lançamento em 1998.

Em outra ocasião, o próprio chefão Schot já havia desabafado sobre o assunto. "Acho que há um futuro para este ícone, mas não sei se será um novo TT. Meu coração sangra quando você faz essa pergunta... Eu tenho algumas coisas que podem substituir o TT, mas não necessariamente de forma direta", disse. Por outro lado, o modelo topo de linha R8 ainda não tem futuro garantido, nem mesmo como elétrico.

Fonte: Audi